Gerentes gerais da Caixa terão 10 dias de compensação pelos dias trabalhados nos sábados de pagamento do auxílio emergencial

25.09.2020

Anúncio é resultado da reivindicação da CEE/Caixa na mesa de negociação Após cobrança da Comissão Executiva de Empregados da Caixa, em mesa de negociação durante a Campanha Nacional, o banco se manifestou positivamente e compensará os dias trabalhados nos sábados de pagamento do auxílio emergencial. Os gerentes gerais de rede terão 10 dias de compensação. […]

Anúncio é resultado da reivindicação da CEE/Caixa na mesa de negociação

Após cobrança da Comissão Executiva de Empregados da Caixa, em mesa de negociação durante a Campanha Nacional, o banco se manifestou positivamente e compensará os dias trabalhados nos sábados de pagamento do auxílio emergencial. Os gerentes gerais de rede terão 10 dias de compensação. O anúncio foi feito pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, por meio de um vídeo publicado na última quarta-feira (23).

“Foi um anúncio importante e uma compensação para os empregados que não batem ponto. Continuaremos com defesa para aqueles que também trabalham aos sábados e não registram o ponto como os superintendentes executivos de varejo, gerentes nacionais, gerentes de centralizadoras e outros”, explica o representante da Feeb SP Ms no CEE Caixa, Carlos Augusto Pipoca.

As jornadas de trabalho intensas durante a pandemia, devido aos pagamentos do auxílio emergencial, geraram queixas dos trabalhadores. Segundo o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sergio Takemoto, a compensação é importante para os gerentes gerais, mas aqueles que também estavam com jornadas extrapoladas têm direito. "Cada vez mais vemos que os empregados estão cansados com a jornada extenuante. Os gerentes gerais são os mais atingidos sem pagamentos de horas extras ou descanso. Mas a Caixa precisa pagar a todos que fizeram o trabalho", afirmou.

De acordo com Pedro Guimarães, os gerentes gerais terão até o dia 30 de junho de 2021 para utilizar os dias de compensação. Ainda segundo o presidente, haverá substituição dos gerentes durante esses dias.

Outros anúncios

O pagamento da comissão dos negócios de seguros também foi anunciado, porém, ainda sem data definida.

A flexibilização do horário de almoço para 30 minutos foi outro comunicado feito. A medida, que é também fruto da Campanha Nacional e consta no Acordo Coletivo de Trabalho aprovados em assembleia pelos bancários, será antecipada para janeiro de 2021.

 

Notícias Relacionadas

Caixa terá processo seletivo para a escolha dos diretores da FUNCEF

Inscrições já foram iniciadas e seguem até a próxima quinta-feira (9/2) Os cargos de diretor-presidente e diretor de Investimentos e Participações Societárias e Imobiliárias da Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF) serão escolhidos por meio de processo seletivo. O anúncio foi feito em edital publicado pela Caixa. As inscrições tiveram início na última sexta-feira (3/2) e […]

Leia mais

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Sindicatos filiados