Greve começa forte em Campinas e região

20.09.2013

A greve começou forte hoje (19) em Campinas e 24 cidades da base do Sindicato, fechando 142 agências, sendo 74 em Campinas e 68 na região. Em Campinas, o primeiro dia da greve atingiu bancos públicos e privados instalados na área central; nas 24 cidades da região, a greve atingiu o Banco do Brasil e […]

A greve começou forte hoje (19) em Campinas e 24 cidades da base do Sindicato, fechando 142 agências, sendo 74 em Campinas e 68 na região. Em Campinas, o primeiro dia da greve atingiu bancos públicos e privados instalados na área central; nas 24 cidades da região, a greve atingiu o Banco do Brasil e Caixa Federal; com exceção de Cabreúva onde também fechou o Santander. Como decidiu a assembleia realizada no último dia 12, a greve continua nesta sexta-feira, dia 20.

O início forte da greve – maior que no ano passado, quando no primeiro dia foram fechadas 93 agências (58 em Campinas e 35 em 15 cidades da região) – mostra claramente a insatisfação da categoria não apenas contra a contraproposta salarial (reajuste de 6,1% sem aumento real), mas também contra as condições de trabalho, a cobrança por metas abusivas, o assédio moral. “A categoria mostrou disposição de luta. O recado aos bancos foi imediato e a tendência natural é crescer ainda mais”, avalia o presidente do Sindicato, Jeferson Boava. Segundo ele, a greve forte no primeiro dia reflete também a preparação conduzida pelo Sindicato desde o início deste mês de setembro, quando foram realizadas reuniões em todas as regionais. “A intransigência da Fenaban, depois de quadro rodadas, foi repudiada pela categoria. O passo seguinte é consolidar e ampliar a greve”, destaca o presidente do Sindicato.

Segunda, dia 23, assembleia

O Sindicato realiza nesta segunda-feira, dia 23, assembleia para avaliar a greve. Será na sede da entidade, às 18h. Participe.

Quem parou hoje

Campinas: BB (26 agências); Caixa Federal (17); Bradesco (10); Santander (9); Itaú (8); Citibabnk (1); HSBC (1); Mercantil do Brasil (1); e Safra (1).

Região: 24 cidades

Americana, Sumaré, Nova Odessa e Hortolândia: 27 agências do BB e Caixa Federal.

Amparo, Jaguariúna, Pedreira, Serra Negra, Santo Antonio de Posse e Socorro: 8 agências do BB e Caixa Federal.

Indaiatuba e Monte-Mor: 9 agências do BB e Caixa Federal.

Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Itapira e Estiva Gerbi: 7 agências do BB e Caixa Federal.

Cabreúva e Louveira: 5 agências do BB, Caixa Federal e Santander.

Espírito Santo do Pinhal: 2 agências do BB.

Paulínia, Holambra, Arthur Nogueira, Cosmópolis e Engenheiro Coelho: 10 agências do BB e Caixa Federal.

Jairo Gimenez – Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados