Greve começa forte em Campinas e região

20.09.2013

A greve começou forte hoje (19) em Campinas e 24 cidades da base do Sindicato, fechando 142 agências, sendo 74 em Campinas e 68 na região. Em Campinas, o primeiro dia da greve atingiu bancos públicos e privados instalados na área central; nas 24 cidades da região, a greve atingiu o Banco do Brasil e […]

A greve começou forte hoje (19) em Campinas e 24 cidades da base do Sindicato, fechando 142 agências, sendo 74 em Campinas e 68 na região. Em Campinas, o primeiro dia da greve atingiu bancos públicos e privados instalados na área central; nas 24 cidades da região, a greve atingiu o Banco do Brasil e Caixa Federal; com exceção de Cabreúva onde também fechou o Santander. Como decidiu a assembleia realizada no último dia 12, a greve continua nesta sexta-feira, dia 20.

O início forte da greve – maior que no ano passado, quando no primeiro dia foram fechadas 93 agências (58 em Campinas e 35 em 15 cidades da região) – mostra claramente a insatisfação da categoria não apenas contra a contraproposta salarial (reajuste de 6,1% sem aumento real), mas também contra as condições de trabalho, a cobrança por metas abusivas, o assédio moral. “A categoria mostrou disposição de luta. O recado aos bancos foi imediato e a tendência natural é crescer ainda mais”, avalia o presidente do Sindicato, Jeferson Boava. Segundo ele, a greve forte no primeiro dia reflete também a preparação conduzida pelo Sindicato desde o início deste mês de setembro, quando foram realizadas reuniões em todas as regionais. “A intransigência da Fenaban, depois de quadro rodadas, foi repudiada pela categoria. O passo seguinte é consolidar e ampliar a greve”, destaca o presidente do Sindicato.

Segunda, dia 23, assembleia

O Sindicato realiza nesta segunda-feira, dia 23, assembleia para avaliar a greve. Será na sede da entidade, às 18h. Participe.

Quem parou hoje

Campinas: BB (26 agências); Caixa Federal (17); Bradesco (10); Santander (9); Itaú (8); Citibabnk (1); HSBC (1); Mercantil do Brasil (1); e Safra (1).

Região: 24 cidades

Americana, Sumaré, Nova Odessa e Hortolândia: 27 agências do BB e Caixa Federal.

Amparo, Jaguariúna, Pedreira, Serra Negra, Santo Antonio de Posse e Socorro: 8 agências do BB e Caixa Federal.

Indaiatuba e Monte-Mor: 9 agências do BB e Caixa Federal.

Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Itapira e Estiva Gerbi: 7 agências do BB e Caixa Federal.

Cabreúva e Louveira: 5 agências do BB, Caixa Federal e Santander.

Espírito Santo do Pinhal: 2 agências do BB.

Paulínia, Holambra, Arthur Nogueira, Cosmópolis e Engenheiro Coelho: 10 agências do BB e Caixa Federal.

Jairo Gimenez – Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Proposta da Caixa para PcD é frustrante

Contudo, houve definição sobre pagamento dos deltas da promoção por mérito A proposta da Caixa Econômica Federal sobre redução de jornada e priorização de empregadas e empregados PcD, ou que tenham filhos de até seis anos com deficiência, frustrou a representação dos trabalhadores. “Na proposta do banco, somente há possibilidade de redução da jornada com […]

Leia mais

Sindicatos filiados