Greve dos bancários de Piracicaba cresce no quinto dia

23.09.2013

No quinto dia de greve em Piracicaba as principais agências dos cinco maiores bancos (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander) mantiveram fechadas, inclusive os caixas eletrônicos. A paralisação foi ampliada para o HSBC, Banco Mercantil do Brasil e Safra, e cresceu nas agências do Banco do Brasil da Esalq, Prudente e […]

No quinto dia de greve em Piracicaba as principais agências dos cinco maiores bancos (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander) mantiveram fechadas, inclusive os caixas eletrônicos. A paralisação foi ampliada para o HSBC, Banco Mercantil do Brasil e Safra, e cresceu nas agências do Banco do Brasil da Esalq, Prudente e Estilo; nas agências do Santander da XV de Novembro, Governador, Vila Resende (duas agências), Independência, Cidade Alta e Prefeitura; e no Itaú da Vila Resende (duas agências), além de bancários de diversas agências da cidade.

LEIA TAMBÉM 

> Mobilização dos bancários é maior no quinto dia de greve; mais de 1200 agências fechadas na base da Federação

O ponto marcante da greve, segundo informou o presidente do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região), José Antonio Fernandes Paiva, foi o fato inédito dos últimos dez anos de manter as principais agências do Bradesco de Piracicaba e Santa Bárbara D’Oeste paralisadas nesta segunda-feira, 23. A greve ainda se manteve no mesmo nível de adesão em São Pedro, Rio das Pedras, Cerquilho, Tietê, Conchas e Capivari.

“A expectativa do Sindicato é de que aos poucos toda a categoria vá aderindo espontaneamente à greve e uma nova rodada de negociação possa ocorrer ainda esta semana. Já são mais de 8.000 agências paralisadas em todo o país e em Piracicaba a greve cresce a cada dia”, afirmou Paiva.

Texto: Michelle Bottin/Fotos: Michelle Bottin e Elison Godoy Ferreira

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados