Grupo de Trabalho apresenta proposta para promoção por mérito na Caixa

18.11.2022

Representação solicita a estratificação dos dados dos trabalhadores impedidos As negociações entre o Grupo de Trabalho de Promoção por Mérito da Caixa Econômica Federal e representantes do Banco tiveram continuidade ontem (17). Entre as pautas discutidas estão o Plano de Cargos e Salários (PCS) das empregadas e empregados e a segmentação do pagamento do segundo […]

Representação solicita a estratificação dos dados dos trabalhadores impedidos

As negociações entre o Grupo de Trabalho de Promoção por Mérito da Caixa Econômica Federal e representantes do Banco tiveram continuidade ontem (17). Entre as pautas discutidas estão o Plano de Cargos e Salários (PCS) das empregadas e empregados e a segmentação do pagamento do segundo delta.

A representação dos trabalhadores solicitou informações sobre a definição dos critérios de avaliação para o pagamento dos deltas do ano de 2022-2023. Uma proposta de manutenção dos critérios de pagamento do ano passado, com a distribuição linear de um delta para todos os elegíveis foi apresentada pelo GT.

A Caixa informou que 7.334 empregados não receberam nenhum delta por terem algum impedimento definido nas regras de promoção por mérito e que, dos 78.699 que receberam a promoção, 68.433 receberam um delta e 10.266 dois deltas. Entre os que receberam o segundo delta, 991 são da matriz, 3.460 das filiais e 5.815 da rede de agências.

A quantidade de empregados com algum impedimento chamou a atenção dos representantes dos trabalhadores. “Cobramos da Caixa informações sobre o que levou estes empregados a não cumprirem os critérios. O objetivo é avaliar estes motivos para podermos debater com maior propriedade. Por exemplo, sabemos que aqueles que têm mais de uma falta injustificada perdem direito ao recebimento. Será que houve algum tipo de influência da pandemia no cumprimento deste critério?”, ponderou o representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul no GT, Marcelo Lima.

O GT reforçou a necessidade de haver a distribuição linear do primeiro delta para todos os empregados e empregadas elegíveis e enfatizou a necessidade de analisar os impedimentos de recebimento da promoção, bem como as formas de distribuição do segundo delta.

Informações quanto ao percentual de empregados da matriz, das filiais e da rede de agências que receberam o segundo delta, assim como o histórico da quantidade de empregados que perderam o direito à promoção por terem algum impedimento serão investigadas pelo GT.

A Caixa ficou de analisar a proposta da representação dos empregados e também os pedidos de informações.

A próxima reunião do GT ficou agendada para quinta-feira (24), às 10h.

Feeb SP/MS, com informações Fenae

Notícias Relacionadas

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

SOS Rio Grande do Sul: Presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre fala sobre o cenário emergencial do Estado

Na noite desta segunda-feira (13), o Falaban, programa semanal realizado pelo Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região (Seeb Sorocaba) através do YouTube, recebeu o Luciano Fetzner, presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários). O programa é apresentado pelo presidente do Seeb Sorocaba, Júlio Cesar Machado. O bate-papo desta semana tratou […]

Leia mais

Sindicatos filiados