GT acessa dados da Cassi e Previ. Federação quer solução imediata para problemas no Economus

03.12.2013

Reunidos no Grupo de Trabalho para discutir Cassi e Previ para todos, no último dia 27, os dirigentes sindicais tiveram acesso a diversos dados referentes aos planos de assistência médica e dos fundos de previdência complementar dos funcionários oriundos dos Bancos incorporados; entre eles, a Nossa Caixa. As informações fornecidas pelo BB, a partir de […]

Reunidos no Grupo de Trabalho para discutir Cassi e Previ para todos, no último dia 27, os dirigentes sindicais tiveram acesso a diversos dados referentes aos planos de assistência médica e dos fundos de previdência complementar dos funcionários oriundos dos Bancos incorporados; entre eles, a Nossa Caixa. As informações fornecidas pelo BB, a partir de agora, vão embasar os debates no GT (composto de forma paritária), que é uma conquista da Campanha 2013 e está assegurada no acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Para o secretário-geral da Federação dos Bancários de SP e MS, Jeferson Boava, que participou da reunião, o GT representa um avanço porque tem como papel construir alternativas visando a integração de todos os planos. “Porém, enquanto o GT busca equacionar essa histórica reivindicação, é preciso solucionar de forma rápida os problemas vivenciados no Economus. A integração da rede e o custeio de medicamentos, por exemplo, não podem esperar pela conclusão final do GT”, ressalta o secretário-geral da FEEB. Segundo ele, o representante do BB no GT, o diretor da Diref, Carlos Néri, assumiu compromisso em analisar o pleito relativo ao Economus. Após avaliação dos dados repassados aos sindicatos, o GT volta a se reunir; a data ainda não foi definida.

Mérito: acerto em dezembro

O Banco do Brasil informou aos sindicatos que o acerto da pontuação de mérito dos caixas (1,0 ponto por dia, retroativo a 01/09/2006), que ocorreria neste mês de novembro, será efetuado em dezembro. Quanto às faltas (código 308) dos dias de luta contra o Plano de Funções, o estorno já deveria ter sido efetuado, com crédito na folha deste mês. Caso algum funcionário esteja ainda com o 308 e sem o crédito, deve informar o Sindicato.

Os sindicatos cobraram do BB o estorno das faltas dos dias de luta contra o Plano de Funções (código 308) sobre a PLR do primeiro semestre; paga com valor menor.

Redação – Jairo Gimenez 
 

Notícias Relacionadas

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Negociações entre COE Santander e banco avançam

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico […]

Leia mais

Sindicatos filiados