HSBC duplica lucro para US$ 6,7 bi no primeiro semestre de 2010

08.10.2020

O banco britânico HSBC anunciou nesta segunda-feira que duplicou seu lucro líquido no primeiro semestre de 2010, com ganhos de US$ 6,763 bilhões, e reduziu quase na mesma proporção seus encargos para créditos de risco, a US$ 7,523 bilhõe. Estas cifras superaram as expectativas dos analistas, que esperavam lucros antes dos impostos (Ebitda, na sigla […]

O banco britânico HSBC anunciou nesta segunda-feira que duplicou seu lucro líquido no primeiro semestre de 2010, com ganhos de US$ 6,763 bilhões, e reduziu quase na mesma proporção seus encargos para créditos de risco, a US$ 7,523 bilhõe.

Estas cifras superaram as expectativas dos analistas, que esperavam lucros antes dos impostos (Ebitda, na sigla em inglês) no valor de US$ 9,3 bilhões, ao invés dos US$ 11,1 bilhões anunciados pelo HSBC.

O HSBC indicou que sua atividade na América do Norte obteve um benefício antes do imposto no primeiro semestre, saindo desse modo de um período de três anos de perdas vinculadas à crise de créditos "subprime" nos Estados Unidos.

A Europa contribuiu amplamente para o bom resultado do banco com o Ebtida de US$ 3,521 bilhões, alta de 31,7%.

As cifras foram mais moderadas na América do Norte ( alta de 4,4%, US$ 492 milhões), na América Latina ( acréscimo de 8%, US$ 883 milhões) e Oriente Médio ( elevação de 3,1%, US$ 346 milhões).

DA FRANCE PRESSE, EM LONDRES

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados