Idosos, gestantes e Pcd’s poderão ter horário bancário especial em Piracicaba

18.06.2015

As pessoas portadoras de necessidades especiais (Pessoas com Deficiências – PCDs) idosos e gestantes poderão ser atendidas uma hora antes da abertura das agências bancárias. É o que pretende o Projeto de Lei protocolado pelo vereador José Antonio Fernandes Paiva (PT), presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região (SindBan), pertencente à base Federação […]

As pessoas portadoras de necessidades especiais (Pessoas com Deficiências – PCDs) idosos e gestantes poderão ser atendidas uma hora antes da abertura das agências bancárias. É o que pretende o Projeto de Lei protocolado pelo vereador José Antonio Fernandes Paiva (PT), presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região (SindBan), pertencente à base Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), na última terça-feira, 17. A propositura segue em trâmite pela Câmara de Vereadores, às comissões e Colégio de Líderes para pareceres e análises e deve vir à pauta no segundo semestre legislativo. Segundo o texto, ficam os estabelecimentos bancários obrigados a abrirem suas agências uma hora antes do horário pré-estabelecido para atendimento ao público em geral, para atendimento exclusivo a idosos, gestantes, mães com crianças de colo e pessoas com deficiência.

 A proposta tem dois objetivos específicos, beneficiar clientes e trabalhadores da rede bancária, buscando minimizar os impactos da pressão sobre os bancários, definida como assédio moral, e regular o atendimento aos clientes que, principalmente em dias de maior movimento, têm sido prejudicados com o desrespeito aos caixas preferenciais internos. Cidades como a capital carioca, Rio de Janeiro e Macaé, no estado do Rio de Janeiro, já têm a lei em vigência.
 O projeto de lei é resultado de levantamento realizado em conjunto com o SindBan e o mandato do vereador que, constantemente, recebem reclamações de usuários das agências e bancários. O desrespeito aos caixas preferenciais faz com que as filas se acumulem, que o tempo legal de atendimento de 15 minutos seja também desrespeitado e aqueles clientes que têm direito ao caixa especial por suas condições diferenciadas não tenham efetivamente o benefício garantido. Outro ponto que o projeto busca regularizar é acabar com as filas fora das agências, principalmente formada por aposentados, que ficam expostos ao sol e chuvas. “Com a abertura uma hora antes, esse atendimento tende a ser absorvido, bastando apenas a boa vontade das instituições em se adaptar, já que o bancário, na maioria das vezes, já se encontra na agência”, explicou o autor.

 No que tange ao trabalhador bancário, o projeto proposto pela entidade ao vereador busca reduzir a pressão sobre os trabalhadores, que já que são impactados com medidas dos banqueiros que reduzem postos de trabalho, buscando elevar os lucros, e permitem que recaiam sobre os bancários os estresses comuns ao ambiente das agências. “O cliente, como consumidor, tem a razão de reclamar e exigir um atendimento de qualidade. Cabe a nós, que representamos aos trabalhadores, definir ações que protejam os trabalhadores. São eles que recebem as críticas, as reclamações e até as agressões verbais daqueles que não tem uma visão global dos efeitos da redução do número de bancários no atendimento ao cliente”, explicou Paiva, que também é presidente do Sindban.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região

Notícias Relacionadas

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Negociações entre COE Santander e banco avançam

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico […]

Leia mais

Sindicatos filiados