Igualdade: participe do II Censo da Diversidade até 25 de abril

11.04.2014

O questionário está disponível no site:  www.febraban-diversidade.com.br O II Censo da Diversidade é uma conquista do processo de mobilização e negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2012 e será realizado até 25 de abril em sete bancos públicos (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, Banestes, Banrisul, BNB e BRB) e 12 bancos […]

O questionário está disponível no site:  www.febraban-diversidade.com.br

O II Censo da Diversidade é uma conquista do processo de mobilização e negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2012 e será realizado até 25 de abril em sete bancos públicos (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, Banestes, Banrisul, BNB e BRB) e 12 bancos privados (Bradesco,Citibank, Fibra, HSBC, BIC Banco, Itaú , Mercantil, Santander, Safra, Votorantim, Topázio e Toyota), totalizando 19 bancos.

Podem responder às perguntas todos os bancários, inclusive os licenciados por motivos de saúde, maternidade e mandato sindical que estão na base de cadastro da RAIS. O questionário estará disponível no site www.febraban-diversidade.com.br.

O universo de participantes será de cerca de 486 mil bancários, que corresponde a 98% dos funcionários de 19 bancos.

O representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) no Comando Nacional dos Bancários, que negocia com os bancos, Cido Roveroni, ressalta que é importante que todos os empregados participem do levantamento. “O Censo é um importante instrumento para diagnosticarmos as desigualdades existentes nos locais de trabalho e traçarmos um perfil mais fiel possível à realidade. Os resultados vão contribuir para a definição de políticas de igualdade e inclusão no sistema financeiro", diz Roveroni.

O Censo
O primeiro Censo foi realizado em 2008 e contou com a participação de 18 bancos, sendo que 204.133 (ou 49,9%) do total de colaboradores responderam à pesquisa.

Em 2012, o Comando Nacional, que representa os bancários nas negociações, arrancou o compromisso da Federação dos Bancos (Fenaban) de realizar uma segunda edição da pesquisa, que seria planejada em 2013 e efetivada em 2014, conforme estabelece a cláusula 49ª da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

 

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados