Interestadual da Feeb-SP/MS aprova propostas para a Conferência Nacional

21.06.2013

Os 212 delegados (169 homens e 43 mulheres) da Conferência Interestadual da Feeb-SP/MS, encerrada hoje (21/06) na colônia da Usceesp em Suarão/Itanhaém, aprovaram as propostas de reivindicações dos bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul para a Conferência Nacional. Entre os itens aprovados, estão reajuste equivalente à reposição da inflação dos últimos 12 […]

Os 212 delegados (169 homens e 43 mulheres) da Conferência Interestadual da Feeb-SP/MS, encerrada hoje (21/06) na colônia da Usceesp em Suarão/Itanhaém, aprovaram as propostas de reivindicações dos bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul para a Conferência Nacional.

Entre os itens aprovados, estão reajuste equivalente à reposição da inflação dos últimos 12 meses (setembro de 12 a agosto de 13) mais 5% de aumento real, criação pela Federação de um Grupo de Trabalho (GT) sobre o Sistema Financeiro Nacional, estratégias de luta e de mobilização e outras propostas sobre os quatro temas prioritários da Campanha Nacional de 2013: Remuneração; Emprego; Saúde, Condições de Trabalho e Segurança; e Sistema Financeiro Nacional.

A próxima etapa agora é a 15ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, a ser realizado entre os dias 19 e 21 de julho na capital paulista, fórum onde a categoria define a pauta de reivindicações da Campanha.

A Conferência aprovou ainda mobilização contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que trata da terceirização e um protocolo de combate às metas abusivas, veja a íntegra abaixo:
 

Protocolo de Combate às Metas Abusivas


Para garantir aos seus empregados uma vida laboral ética e saudável é necessário que a política de comercialização de produtos e serviços atenda aos seguintes requisitos:

a) As instituições devem orientar seus empregados a informar os clientes com imparcialidade e rigor sobre os diversos produtos e serviços, explicando os aspectos relevantes e advertindo sobre os riscos, gastos e taxas administrativas aplicadas, desta forma, evitando a contratação com o único fim de cumprir metas, sem o interesse efetivo do cliente. Para tanto, as instituições financeiras se comprometem a realizar ações de formação que facilitem o desenvolvimento de habilidades, conhecimentos e competências de seus empregados, orientados principalmente para a gestão do risco, a qualidade do serviço ao cliente e o conhecimento de seus produtos.

Nesse sentido, as campanhas diárias, focadas em um único produto, não atendem as premissas acima e devem ser extintas como estratégia de comercialização;

b) O estabelecimento de volumes e portfólios de produtos e serviços a serem comercializados deve respeitar as especificidades do mercado local e da infraestrutura da unidade (porte, número de funcionários, etc.). Deve contar com a participação dos trabalhadores em cada unidade de trabalho na sua construção, uma vez que são estes os que melhor conhecem tais especificidades. As metas deverão ser adequadas nas hipóteses de afastamentos, licenças, férias, ausências, etc. A revisão só poderá ser feita após o término do período acordado.

c) Entendendo que a integridade física e psicológica do trabalhador é peça chave para a realização dos objetivos da empresa, o acompanhamento dos resultados deve:

i. Ser auferido coletivamente;
ii. Ser realizado exclusivamente no horário de trabalho;
iii. Acontecer apenas através de canais corporativos, nunca pelos endereços eletrônicos particulares; e
iv. Obedecer a princípios éticos e legais, promovendo o respeito à diversidade, à cooperação e ao trabalho em equipe. A cordialidade e a civilidade devem ser regra.
 

Leia também: 

Onda de protestos no país revela crise da representação tradicional, diz Davi Zaia

Veja como foi o primeiro dia de Conferência

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados