Juros bancários começam o ano em alta, aponta Procon-SP

13.01.2014

As taxas médias de juros do empréstimo pessoal e do cheque especial cobradas pelos bancos apresentaram alta neste começo de ano, aponta pesquisa divulgada nesta segunda-feira (13) pela Fundação Procon-SP. Segundo o órgão, a elevação acompanha o movimento de aumento da taxa básica de juros (Selic). Dos 7 bancos pesquisados, 3 elevaram suas taxas de […]

As taxas médias de juros do empréstimo pessoal e do cheque especial cobradas pelos bancos apresentaram alta neste começo de ano, aponta pesquisa divulgada nesta segunda-feira (13) pela Fundação Procon-SP. Segundo o órgão, a elevação acompanha o movimento de aumento da taxa básica de juros (Selic).

Dos 7 bancos pesquisados, 3 elevaram suas taxas de empréstimo pessoal e 2 subiram suas taxas de cheque especial.

No empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos foi de 5,40% ao mês, ante 5,30% no mês anterior.

"Comparando-se as taxas médias de janeiro do ano passado com as de janeiro deste ano, constatamos uma alta de 0,05 ponto percentual na modalidade empréstimo pessoal e de 0,56 ponto percentual na modalidade cheque especial", destaca o Procon.

Em dezembro, o Comitê de Política Monetária do Banco Central elevou novamente a Selic, para 10% ao ano.

"Em um mês que tradicionalmente existem gastos extras como pagamentos de impostos (IPTU, IPVA) e compra de material escolar, o consumidor deve tomar alguns cuidados ao contratar um empréstimo: analisar a real necessidade de crédito, antes de comprometer seu orçamento; utilizar o cheque especial somente em situações emergenciais e de curto prazo; pesquisar linhas de crédito mais baratas; evitar empréstimos de longo prazo que embutem custos maiores e, finalmente, não assinar nenhum contrato sem antes estar ciente de todos os custos envolvidos na contratação", recomenda o Procon.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas

Campanha Nacional: Combate ao Assédio Moral volta a ser negociado com Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)

Bancos negam que causa de adoecimento está relacionada à cobrança de metas O Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (15), para mais uma negociação. O combate ao assédio moral foi novamente tema do debate. Apesar de mais uma vez os bancos negarem que a causa do adoecimento […]

Leia mais

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Sindicatos filiados