Mais de 5.600 bancários em greve na região de Campinas

10.10.2020

A greve nos bancos teve adesão hoje (7) de 5.696 bancários, fechando 271 agências, sendo 134 em Campinas e 137 em 25 cidades da base do sindicato da categoria, duas a mais em relação ao oitavo dia (6); ou seja, bancários de Holambra e Santo Antonio de Posse aderiram ao movimento nacional, iniciado no dia […]

A greve nos bancos teve adesão hoje (7) de 5.696 bancários, fechando 271 agências, sendo 134 em Campinas e 137 em 25 cidades da base do sindicato da categoria, duas a mais em relação ao oitavo dia (6); ou seja, bancários de Holambra e Santo Antonio de Posse aderiram ao movimento nacional, iniciado no dia 29 de setembro. A greve continua amanhã, dia 8, décimo dia, conforme decisão dos bancários reunidos em assembleia na última quarta-feira, dia 6. Amanhã, ao final da tarde, às 18h, assembleia na sede do sindicato.

Desesepero leva bancos à boataria
Hoje, quinto dia útil, os bancos intensificaram os boatos. Nos jornais, a Fenaban propaga que está aberta à negociação; porém até o presente momento não retomou o processo de discussão do acordo coletivo, interrompido no dia 22 de setembro, quando propôs reajuste de 4,29% (inflação do período setembro/09 a agosto/10), rejeitado pelos bancários. 

A Fenaban sequer deu resposta ao ofício enviado pelo Comando Nacional dos Bancários na última segunda-feira, dia 4, onde condena a adoção práticas antissindicais (entre outras, uso de interdito proibitório) e reafirma disposição em negociar. Não bastasse esse discurso vazio da Fenaban difundido pela mídia, os administradores dos bancos dissipam boatos de todo o tipo, numa clara tentativa de dividir a categoria, desmobilizar os bancários. “O fortalecimento da greve, que cresce diariamente, está levando os bancos ao desespero, à boataria. O bancário não deve dar crédito. A verdadeira fonte de informação é o sindicato”, destaca Jeferson Boava, presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região


Cidades em greve
: Campinas, Americana, Amparo, Artur Nogueira, Cabreúva, Cosmópolis, Elias Fausto, Espírito Sto do Pinhal, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Monte Alegre do Sul, Monte-Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santo Antonio de Posse, Serra Negra, Socorro, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.
Bancos em greve: Banco do Brasil, Caixa Federal, Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, HSBC, Safra, Citibank, Alfa e Mercantil do Brasil.
 
Jairo Gimenez
Assessoria de Imprensa
Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Sindicatos filiados