Mesa igualdade de oportunidades consegue avanço: movimento sindical irá elaborar proposta de programa para promoção da diversidade

19.09.2017

Representantes dos trabalhadores também lançarão campanha de combate à discriminação que ocorrerá nos meses de outubro (preconceito contra LGBT), novembro (preconceito contra a mulher) e dezembro (racial e PcD); próxima reunião da mesa ocorre em novembro, ainda sem data definida A reunião da Comissão bipartite, que reuniu representantes dos trabalhadores bancários e a Federação Nacional […]

Representantes dos trabalhadores também lançarão campanha de combate à discriminação que ocorrerá nos meses de outubro (preconceito contra LGBT), novembro (preconceito contra a mulher) e dezembro (racial e PcD); próxima reunião da mesa ocorre em novembro, ainda sem data definida

A reunião da Comissão bipartite, que reuniu representantes dos trabalhadores bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para tratar sobre o tema Igualdade de Oportunidades, realizada na sede da Fenaban em São Paulo, terminou com avanços na tarde desta terça-feira (19).
A Fenaban concordou com a elaboração e apresentação de uma proposta de programa de promoção da diversidade pelo movimento sindical, para posteriormente ser avaliada e discutida com as instituições financeiras.

 “No nosso ponto de vista houve um pequeno avanço, pois a mesa vinha nos frustrando sistematicamente, já que cada solicitação da nossa parte levava cerca de dois meses para ser atendida”, diz Angela Ulices Savian, representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB/SP-MS), que representou a entidade na mesa. Angela continua:

“Consideramos um avanço termos recebido resposta positiva para a formulação de um programa de promoção da diversidade, medida importante e necessária nesse momento que estamos vivendo, com tanta intolerância. A perspectiva é apresentarmos esse programa que será elaborado e quem sabe conseguirmos estabelecer uma parceria com a Fenaban para trabalharmos a diversidade”, avaliou.

Durante a reunião a Federação dos Bancos também apresentou as ações realizadas pelas instituições financeiras para promoção da diversidade, porém, não entregou o número de PCDs existentes na categoria, solicitação feita na última reunião da mesa, em julho deste ano. As informações apresentadas pela entidade evidenciaram também que não houve avanços, por exemplo, na contratação de negros, cujos dados ficaram estabilizados em 25%.

O movimento sindical propôs ainda, a criação de um Grupo de Trabalho para discutir a igualdade de oportunidades para LGBTs e PcDs e uma campanha de combate à discriminação. As propostas foram recusadas pela Federação dos Bancos e os representantes dos trabalhadores, no entanto, irão realizar a campanha, da mesma forma, sem a participação da Fenaban.

Campanha de combate à discriminação

A campanha contra a discriminação terá como foco a categoria bancária e a sociedade e será lançada entre os dias 02 e 04 de outubro, com o mote: “Não precisa ser para sentir”.

No mês de outubro o tema a ser trabalhado será a discriminação contra o grupo LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis, cujo significado abrange também Transexuais e Transgêneros), em novembro, o preconceito contra a mulher e em dezembro: racial e contra PcD (Pessoa com Deficiência). Serão produzidos cartilhas informativas, cartazes, adesivos, entre outros materiais.

Próxima reunião

A próxima reunião da mesa de Igualdade de Oportunidades será em novembro, porém, ainda sem data definida.

 

Notícias Relacionadas

Caixa terá processo seletivo para a escolha dos diretores da FUNCEF

Inscrições já foram iniciadas e seguem até a próxima quinta-feira (9/2) Os cargos de diretor-presidente e diretor de Investimentos e Participações Societárias e Imobiliárias da Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF) serão escolhidos por meio de processo seletivo. O anúncio foi feito em edital publicado pela Caixa. As inscrições tiveram início na última sexta-feira (3/2) e […]

Leia mais

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Sindicatos filiados