Mesa sobre reestruturação no BB tem resposta a questionamentos, mas poucos avanços

29.03.2017

Audiência com Ministério Público do Trabalho também sobre reestruturação está marcada para o próximo dia 02 de maio A Comissão de Empresa do Banco do Brasil (CEBB) e representantes do banco se reuniram nesta quarta-feira (29), em Brasília para nova rodada de negociação sobre a reestruturação em curso na instituição financeira. Gratificação de caixa Com […]

Audiência com Ministério Público do Trabalho também sobre reestruturação está marcada para o próximo dia 02 de maio

A Comissão de Empresa do Banco do Brasil (CEBB) e representantes do banco se reuniram nesta quarta-feira (29), em Brasília para nova rodada de negociação sobre a reestruturação em curso na instituição financeira.

Gratificação de caixa

Com relação à gratificação de caixa, o banco informou que houve problema no pagamento de funcionários em VCP (Verba de Caráter pessoal), porém a situação será normalizada e aqueles que ainda não receberam, irão receber no próximo pagamento.

Ainda de acordo com o banco, 560 caixas foram nomeados, em atendimento à cobrança dos sindicatos, que argumentaram que muitas agências haviam ficado com um único funcionário nessa função. A reivindicação da CEEB era de que houvesse nomeação de novos funcionários, principalmente, daqueles cujas gratificações foram retiradas ou que atuavam como substitutos há mais de 90 dias. A expectativa, de acordo com representantes do BB é também de que haja mais nomeações.

Adiantamento salarial

Anunciado na última reunião de negociação, a modalidade criada dentro do Programa de Assistência Social (PAS) da instituição para atender os funcionários descomissionados e que permite ao trabalhador solicitar adiantamento de até 5 salários para pagamento em até 24 vezes sem juros, chama-se “adiantamento salarial por eventos extraordinários” e é o nome pelo qual os funcionários em VCP deverão procurar para fazer a solicitação do benefício. Para mais informações, deverão consultar a Gepes local.

Os sindicatos também solicitaram ao banco a ampliação do prazo para pagamento do adiantamento, para que os funcionários em VCP, que contam com salários reduzidos possam pagar o empréstimo com tranquilidade.

Na avaliação de Carminha Peggau, representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) na CEBB, houve muito pouco progresso na mesa. Representantes do banco trouxeram algumas respostas levantadas nas negociações anteriores, mas não houve evolução nos acertos.

“Nessa rodada de negociação foram passados alguns dados que pedimos. Porém ainda ficaram grandes questionamentos sem resposta, como organograma e cronograma de implantação de Escritórios de Negócios e PSOs. Nada de novo foi apresentado que possa amenizar o problema dos funcionários em VCP (sem realocação)”, analisa.

Próxima reunião ainda não tem data para ocorrer, porém, está marcada para o dia 02/05, nova audiência com o Ministério Público do Trabalho também para tratar da reestruturação no banco.

 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados