Negociação HSBC

31.10.2014

 João Analdo e Danilo Anderson, avaliando a proposta apresentada pelo HSBC, na Reunião do COE NO DIA 29/10/2014 (foto) Reunido com os sindicatos no dia 29, em São Paulo, o HSBC apresentou proposta de aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que será analisado pelos representantes dos bancários. Para o diretor do Sindicato, Danilo Anderson, […]

 João Analdo e Danilo Anderson, avaliando a proposta apresentada pelo HSBC, na Reunião do COE NO DIA 29/10/2014 (foto)

Reunido com os sindicatos no dia 29, em São Paulo, o HSBC apresentou proposta de aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que será analisado pelos representantes dos bancários. Para o diretor do Sindicato, Danilo Anderson, que participou da negociação, o objetivo é garantir a inclusão de todos os direitos e conquistas dos funcionários no aditivo. “Queremos que os direitos deixem de figurar apenas nos normativos internos do HSBC e passem a constar num instrumento jurídico legal. Desta forma, com certeza, mudanças unilaterais serão evitadas”.
No que se refere a inclusão no aditivo de temas como o sistema de controle de ponto eletrônico e a instalação de Comissão de Conciliação Voluntária (CCV), os sindicatos querem discutir separadamente. A proposta do HSBC será analisada pelos sindicatos, ponto a ponto, no prazo de 15 dias. As sugestões e inclusões serão negociadas na próxima reunião, que deve acontecer em novembro.
Losango
Durante a negociação, o HSBC trouxe novas informações a respeito da proposta de bancarização de 1.064 trabalhadores da Losango. O banco inglês pretende implementar as mudanças a partir de dezembro deste ano, mas ainda precisa encaminhar a formalização da proposta para o Ministério Público do Trabalho (MPT) do Rio de Janeiro e às entidades sindicais, visando a discussão e a deliberação em assembleias dos funcionários. Segundo o diretor Danilo, a proposta do HSBC prevê aplicação da CCT da categoria bancária e a contratação especial para o trabalho em finais de semana, com pagamento de horas extras. Os funcionários da Losango são enquadrados, hoje, como comerciários.

Fonte: SEEB CAMPINAS-SP

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados