Paralisações em três agências marcam Dia de Luta no Itaú, em Campinas

10.06.2014

O Dia Nacional de Luta no Itaú, hoje (10/06), foi marcado na base do Sindicato dos Bancários de Campinas com manifestação na agência de negócios Fórum (Av. Francisco Glicério esquina com Av. Campos Salles), em Campinas, que está paralisada desde o dia 19 de maio último em protesto contra a falta de segurança. A exemplo […]

Foto: Júlio César Costa

O Dia Nacional de Luta no Itaú, hoje (10/06), foi marcado na base do Sindicato dos Bancários de Campinas com manifestação na agência de negócios Fórum (Av. Francisco Glicério esquina com Av. Campos Salles), em Campinas, que está paralisada desde o dia 19 de maio último em protesto contra a falta de segurança.

A exemplo da Fórum, a agência de negócios Bernardino de Campos, em Itapira, paralisou os serviços no mesmo dia 19 e continua. Já a agência de negócios Botafogo (Av. Barão de Itapura), em Campinas, foi a primeira a paralisar os serviços contra a retirada da porta giratória com detector de metais e suspensão do serviço de vigilante; o protesto teve início no dia 13 de maio passado e a agência permanece fechada. Inclusive a juíza Roberta Confetti Gastsios Amstalden, da 4ª Vara do Trabalho de Campinas, concedeu no dia 29 de maio antecipação de tutela em ação ingressada pelo Sindicato, determinando que o Itaú reinstale porta de segurança com dispositivo detector de metais e reative o serviço de vigilantes na agência Botafogo no prazo de 20 dias. Em sua sentença, a juíza estabelece multa de R$ 50 mil por dia, a ser revertida ao Centro Corsini de Campinas, caso o Itaú descumpra a determinação no prazo estabelecido.

A decisão do Itaú em retirar porta de segurança das agências de negócios, sob o argumento que não circula dinheiro em espécie, desrespeita a lei municipal nº 7.605 (de 09/09/1993), em Campinas. E a suspensão do serviço de vigilante fere a lei federal nº 7.102, que trata da segurança em estabelecimentos financeiros e do serviço de vigilância. Isso porque o Itaú mantém nesse novo modelo de agências os caixas eletrônicos.

LEIA TAMBÉM:
Justiça manda Itaú reinstalar porta de segurança e serviço de vigilante na agência Botafogo, em Campinas
Federação e sindicatos cobram do Itaú suspensão imediata das agências de negócios 

Jairo Gimenez – Sindicato dos Bancários de Campinas

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados