Participante do Plano 1 da Previ já podem solicitar suspensão das cobranças

10.01.2014

Associados do Plano 1 já podem solicitar a suspensão da cobrança das prestações de janeiro, fevereiro e março de 2014 no autoatendimento do portal, opção Empréstimo Simples >> Suspensão da cobrança das prestações. A suspensão da cobrança das prestações, que foi aprovada pela Diretoria Executiva na última terça-feira, 7/1, abrange os contratos de ES que […]

Associados do Plano 1 já podem solicitar a suspensão da cobrança das prestações de janeiro, fevereiro e março de 2014 no autoatendimento do portal, opção Empréstimo Simples >> Suspensão da cobrança das prestações.

A suspensão da cobrança das prestações, que foi aprovada pela Diretoria Executiva na última terça-feira, 7/1, abrange os contratos de ES que estiverem ativos até 29/1. A manifestação pode ser realizada no autoatendimento até às 23h59 de 29/1. Após a solicitação da suspensão, não há possibilidade de cancelamento.

No período de suspensão das cobranças os encargos continuarão a incidir sobre o saldo devedor. Como o processamento da folha de janeiro já aconteceu, a cobrança da prestação deste mês será efetuada normalmente, mas para os que optarem pela suspensão, o valor da prestação será creditado na conta corrente do mutuário a partir de 21/1.

Os prazos de pagamento dos contratos de ES com prestações suspensas serão prorrogados por três meses. Se no final do período contratado ainda existir saldo devedor remanescente, o valor poderá ser refinanciado em até seis meses.

Vale lembrar que conforme o regulamento do ES, o período de carência para quem já tem uma operação de Empréstimo Simples e tem interesse em renová-la é de seis prestações pagas, e não de seis meses. Se o contrato com prestações suspensas estiver dentro do período de carência, os meses de janeiro, fevereiro e março de 2014 não contarão para que seja efetuada a renovação do empréstimo.

Participantes que estejam em situação de inadimplência com a PREVI e/ou tenham demandas judiciais referentes a Empréstimo Simples e Financiamento Imobiliário não podem requerer a suspensão da cobrança das prestações do ES.

Fonte: Previ
 

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados