Plenária da Feeb SP/MS fortalece luta na sociedade BB enquanto banco público e contra reestruturação

18.02.2021

Pautas serão levadas para discussão com o Comando Nacional nos próximos dias Nesta quarta-feira (17) a Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul realizou com os sindicatos filiados, a Plenária em Defesa do BB. A reunião contou com ampla participação e reforçou a união da categoria na luta contra […]

Pautas serão levadas para discussão com o Comando Nacional nos próximos dias

Nesta quarta-feira (17) a Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul realizou com os sindicatos filiados, a Plenária em Defesa do BB.

A reunião contou com ampla participação e reforçou a união da categoria na luta contra a reestruturação do Banco do Brasil, que prevê o fechamento de 354 unidades de atendimentos e a demissão de mais de cinco mil bancárias e bancários.

Plenária
Iniciada com a saudação de representantes sindicais, a reunião que ocorreu por videoconferência abordou o tema anunciado em 11 de janeiro e o calendário de luta realizado até então. “Desde o anúncio até aqui, tivemos a adesão ao calendário de lutas que envolveram manifestações nas redes sociais, fechamento de agências, diálogo com clientes, usuários do Banco e equipes, greves, protestos em locais públicos e conversa com a imprensa e autoridades políticas locais”, explicou Elisa Ferreira, representante da Feeb na Comissão de Empresa de Funcionários do Banco do Brasil.

Na sequência o representante da LBS advogados apresentou o balanço das ações jurídicas movidas contra o Banco em decorrência da desestruturação do BB.

"Foi um debate essencial para esclarecer, tirar dúvidas, ouvir a realidade local de cada sindicato e principalmente alertar os funcionários e a sociedade dos riscos da privatização do BB em função das sucessivas reestruturações”, destaca Jeferson Boava, presidente da Feeb SP/MS.
Além das lutas contra as demissões e o fechamento de agências, a luta dos bancários e bancárias é contra o pacote de maldades do banco que aponta para o enfraquecimento e a privatização do banco.

O lucro anunciado pelo Banco do Brasil em 2020 foi de 13,8 bi.

Ações

A Feeb ingressou três ações judiciais contra o banco neste mês. “O objetivo é minimizar, o quanto antes, os impactos da reestruturação”, diz o presidente. “Nada impede que mesmo após movida determinada ação via Federação, cada sindicato mova sua própria ação também, mas nesse momento é importante consolidarmos as defesas em nível de federação e fortalecermos ainda mais as próximas programações”, completa Boava.

Dentre as ações apresentadas pela LBS advogados estão:
Ação de incorporação da gratificação de função dos descomissionados; Ação de vedação das remoções compulsórias para outra praça: e Ação de manutenção do plano plus aos egressos do bcn, contribuindo integralmente ( parte empregado e empregador).
Na próxima segunda-feira (22) a Feeb se reúne com o Comando Nacional e demais representantes do Banco do Brasil e levará o conteúdo demandado em plenária para discussão nacional.

Outras programações:
Manutenção do Estado de Greve;
Continuidade das ações judiciais;
  

Notícias Relacionadas

Financiários conquistam proposta com reajustes econômicos e garantias de direitos

Feeb SP/MS indica aceitação da proposta; assembleias devem ser realizadas até segunda-feira (10) Depois de uma negociação que se estendeu por quase três meses, os financiários conquistaram a garantia de todos os direitos da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por dois anos. Em negociação realizada na manhã desta quarta-feira (5), de forma híbrida, a Federação […]

Leia mais

Financiários se reúnem com a Fenacrefi nesta quarta-feira (5)

Este será o terceiro encontro de negociação desde a entrega da pauta de reivindicações, realizada em 1º de julho Representantes dos financiários se reúnem com a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), nesta quarta-feira (5), às 11h, para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional 2022. Esta será a terceira rodada […]

Leia mais

Feeb SP/MS discute nova terceirização do Santander nesta terça-feira (4)

Nesta terça-feira (4), dirigentes sindicais da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) se reúnem para tratar sobre o tema “Terceirização do Santander”. A expectativa é a de que 1,7 mil empregados passem a atuar na empresa SX Tools, criada pelo próprio banco. O anúncio foi feito […]

Leia mais

Sindicatos filiados