Reajuste dos financiários em 2017 será de 4,38%

20.06.2017

  PLR seguirá mesmo índice e será paga até 30 de setembro 4,38%. Esse será o índice do reajuste salarial dos financiários este ano. O índice é composto pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de junho de 2016 a maio de 2017, que foi de 3,35%, acrescido de 1% de aumento real, totalizando […]

 

PLR seguirá mesmo índice e será paga até 30 de setembro

4,38%. Esse será o índice do reajuste salarial dos financiários este ano. O índice é composto pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de junho de 2016 a maio de 2017, que foi de 3,35%, acrescido de 1% de aumento real, totalizando o acumuldo de 4,38%. A PLR será reajustado pelo mesmo índice. O reajuste foi conquistado na Campanha de 2016, garantido por acordo de dois anos, cujo objetivo era assegurar aumento real em um cenário de instabilidade política e econômica.

PLR até 30 de setembro

O pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) ocorrerá até o dia 30 de setembro. A Cláusula IV da Convenção Coletiva de Trabalho Aditiva 2016/2018, que trata das financeiras que possuem programas próprios de PLR e pagam a antecipação desses programas juntamente com o adiantamento estabelecido na CCT Aditiva PLR precisou ser retificada. A mudança teve de ser feita para adequar a data de 30 de junho para 30 de setembro, pois o pagamento está condicionado à divulgação do seu balanço semestral.

O texto corrigido passa a ter a seguinte redação: “Parágrafo Único: Até o dia 30/09/2017, as empresas representadas pelo SINDICATO DE EMPREGADORES efetuarão um pagamento de R$ 1.490,57 (hum mil, quatrocentos e noventa reais e cinquenta e sete centavos), reajustado em 01/06/2017 pelo INPC/IBGE acumulado de junho de 2016 a maio de 2017, acrescido de aumento real de 1% (um por cento), referente ao adiantamento do valor fixo constante no caput desta cláusula”.

As demais cláusulas permanecem inalteradas.

Com informações da Contraf-CUT

 

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados