Regional: Sindicato dos Bancários de Santos completa 89 anos de luta pela categoria bancária

11.01.2022

Reprodução Fernando Diegues 11 de janeiro de 2022 Nesta terça-feira, 11/01/2022, o Sindicato dos Bancários de Santos e Região faz 89 anos de luta e resistência pela categoria. Parabéns a todos que fizeram e fazem parte desta construção de muitas vitórias!!! O Sindicato dos Bancários de Santos e Região faz, neste 11 de janeiro de […]

Reprodução
Fernando Diegues

Nesta terça-feira, 11/01/2022, o Sindicato dos Bancários de Santos e Região faz 89 anos de luta e resistência pela categoria. Parabéns a todos que fizeram e fazem parte desta construção de muitas vitórias!!!

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região faz, neste 11 de janeiro de 2022, 89 anos de combate, resistência, construções e lutas por melhores salários, PLR, direitos e, acima de tudo, respeito e dignidade para a categoria bancária da Baixada Santista e do Brasil.

Mesmo com uma pandemia, onde faleceram e continuam morrendo centenas de milhares de pessoas no país, a diretoria e funcionários mantiveram-se na defesa dos bancários e bancárias e continuam porque tem compromisso com os trabalhadores.

Entre as atribuições do Sindicato estão:

• Serviços de assistência jurídica para defender seus associados;

• Participar e representar os seus associados em processos legislativos de âmbito laboral e em processos de negociação salarial e em acordo ou convenção coletiva de trabalho;

• Representar e defender os interesses dos seus associados perante as autoridades administrativas, jurídicas e políticas. Para isso, o Sindicato tem de ser forte e isso necessita de maior participação dos bancários, tanto nas filiações como nas organizações das mobilizações e assembleias.

 

O TRABALHADOR SINDICALIZADO PODE USUFRUIR DE ALGUM SERVIÇO OFERECIDO PELO SINDICATO? Sim muitos, leia abaixo:

o    Ações coletivas, como negociação salarial, acordos de PLR, acordos de jornada de trabalho;

 

o    Assessoria jurídica gratuita (nas áreas civel, trabalhista, criminal e previdenciária);

 

o    Infraestrutura com espaços de lazer como a piscina e quadra de futebol soçaite no Poliesportivo da Nova Cintra;

 

o    Salões de festas com churrasqueiras, freezer, quiosque, brinquedos para crianças que o sindicato disponibiliza por valores bem menores;

 

o    Serviço odontológico gratuito e muitos outros;

 

o    Convênios com HOTÉIS em Campos do Jordão e Itanhaém;

 

o    Convênios com UNIVERSIDADESCURSOS de inglês e outros;

 

o    Veja mais nas páginas de SERVIÇOS e CONVÊNIOS.

 

Participe! Ajude a fortalecer o Sindicato e contribua para garantir seu emprego, salário maior, PLR, plano de saúde, mais de 100 direitos do Acordo Coletivo, seus interesses e da categoria bancária

 

Algumas conquistas do Sindicato para você, nada cai do céu:

1933 – Fundação do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e Conquista da jornada de 6 horas;

1934 – 1ª Greve Nacional:

1 – Conquista da aposentadoria aos 30 anos de serviço e 50 anos de idade;

2 – Estabilidade após 2 anos de serviços (no setor público e privado);

3 – Criação do Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Bancários – IAPB;

1946 – 2ª Greve nacional com duração de 19 dias, sindicatos sofrem intervenções;

1951 – A maior greve estadual realizada somente no Estado de São Paulo. Foram 69 dias de muita luta da categoria sofrendo repressão e prisões porque desafiavam a Lei de Greve que impedia o setor de bancário de ter esse direito;

1961 – Greve da Dignidade realizada pelos bancários do setor privado que conquistam o 13º Salário;

1962 – Conquistado em greve nacional o sábado livre;

1964 – Golpe Civil Militar:

1– Corte de direitos a liberdade de expressão, proibição de greve ou qualquer tipo de mobilização, extinção de direitos trabalhistas conquistados em outras décadas como a estabilidade, IAPB e outros;

2 – Intervenção no Sindicato dos Bancários de Santos e Região;

3- Perseguição, prisão e tortura de diretores bancários;

1989 – Conquista do Vale Refeição;

1990 – Conquista do Plano de Saúde;

1992 – Criação da Confederação Nacional dos Bancários (CNB/ CUT), conquista do Acordo Único Bancários para todo o País reivindicado desde 1951; Vale refeição unificado tanto para 6 como 8 horas e concessão durante o ano todo, inclusive nas férias; auxílio creche até 83 meses;

1994 – Vale Alimentação ou Cesta Alimentação;

1995 – Participação nos Lucros e Resultados – PLR;

2004 – Unificação da Categoria e uma das maiores greves nacionais realizada durante 30 dias que unificou bancários do setor público e privado nas reivindicações por um reajuste igualitário para todos conseguindo repor totalmente a inflação;

2005 -Formação da Intersindical;

2007– 13ª Vale ou Cesta Alimentação;

2008 – Aumento na distribuição da PLR;

2009 – Ampliação da licença maternidade de quatro para seis meses;

2014 – Fundação da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora. Uma Central combativa, autônoma com participação direta dos trabalhadores, sem interferência de partidos políticos, dos governos e dos patrões;

2016 – Conquista da ampliação da licença paternidade de 5 para 20 dias;

 

De 2018 a 2021 – acertadamente fechou campanhas salariais por dois anos e conquistou reajustes acima das médias de outras categorias e acima da inflação.

De 1933 até hoje – Organiza greves, mobiliza a categoria e representa os bancários diante da Fenaban para conquistar reajustes, a maioria acima da inflação, mais direitos e benefícios.

 

 

PARTICIPE, SINDICALIZE-SE E DEFENDA SEUS INTERESSES!!!

Notícias Relacionadas

SANTANDER: Banco anuncia avanços em reunião com representantes dos funcionários

Negociações com a COE avança em medidas de benefício e capacitação O Santander anunciou nesta quinta-feira (22), durante a reunião com representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE) Santander, avanços em medidas que beneficiam os funcionários. O encontro ocorreu em formato híbrido e contou com a participação de representantes dos funcionários e do banco. […]

Leia mais

BB prioriza diversidade na expansão das Gepes

Mulheres, negros, indígenas e PcDs terão prioridade no programa que irá dobrar a rede de Gestão de Pessoas O Banco do Brasil anunciou, nesta quarta-feira (21), um programa de expansão da rede de Gestão de Pessoas (Gepes). Durante a reunião com membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), o banco […]

Leia mais

COE do Bradesco discute reestruturação no banco

 Sindicato expressa preocupação com direção futura da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu na última terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, para discutir a reestruturação anunciada pelo novo presidente do banco, Marcelo Noronha, em 7 de fevereiro, sem […]

Leia mais

Sindicatos filiados