Santander Brasil tem lucro de R$ 1,59 bilhão no quarto trimestre

31.01.2013

SÃO PAULO – O Santander Brasil registrou lucro menor no último trimestre do ano passado, mas ligeiramente acima da expectativa de analistas. O lucro líquido gerencial, que considera o resultado contábil com reversão das despesas com amortização de ágio, caiu 2,7% em relação ao mesmo período de 2011 e ficou em R$ 1,598 bilhão, segundo […]

SÃO PAULO – O Santander Brasil registrou lucro menor no último trimestre do ano passado, mas ligeiramente acima da expectativa de analistas. O lucro líquido gerencial, que considera o resultado contábil com reversão das despesas com amortização de ágio, caiu 2,7% em relação ao mesmo período de 2011 e ficou em R$ 1,598 bilhão, segundo o padrão contábil brasileiro (BRGAAP).

O lucro líquido contábil no quarto trimestre foi de R$ 688,8 milhões, com queda de 20,6% ante igual período do ano anterior.

No ano como um todo, o banco espanhol teve lucro gerencial de R$ 6,329 bilhões (baixa de 5%) e contábil de R$ 2,692 bilhões (queda de 24%).

A carteira de crédito do banco cresceu 7,6% no ano passado e alcançou R$ 211,959 bilhões. A taxa de inadimplência, considerando os atrasos superiores a 90 dias, subiu de 5,1% no terceiro trimestre para 5,5%. Ao fim de 2011, essa taxa era ainda mais baixa, de 4,5%.

Analistas consultados pelo Valor já previam uma piora no nível de calotes registrados pelo banco e estimavam lucro trimestral (gerencial) de R$ 1,43 bilhão, segundo a média das projeções de oito casas.

No início da semana, ao inaugurar a safra de balanço dos bancos brasileiros, o Bradesco mostrou lucro líquido contábil de R$ 2,893 bilhões no quarto trimestre, com aumento de 6,1% sobre o mesmo período do ano anterior. A taxa de inadimplência manteve-se em 4,1% entre o terceiro e o quarto trimestres, o que decepcionou parte do mercado.

Grupo na Espanha

O grupo espanhol Santander informou que seu lucro líquido aumentou no quarto trimestre após um custoso saneamento de seus ativos imobiliários. Ajudado pelos resultados na América Latina, o banco registrou lucro líquido de 401 milhões de euros, bem acima dos 47 milhões de euros um ano antes.

Fonte: Daniela Machado | Valor Econômico

Leia também: Brasil tem participação de 26% no lucro global do Santander

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados