Santander se nega a suspender mudanças nos planos de saúde

19.12.2013

O Santander se negou a suspender a implantação dos novos modelos dos planos de saúde dos funcionários, durante apresentação aos dirigentes sindicais realizada nesta terça-feira, 17. As alterações foram implementadas em novembro e terão impacto sobre cerca de 2.200 aposentados e aproximadamente 3.400 demitidos (02 anos nos planos após o desligamento) a partir de janeiro […]

O Santander se negou a suspender a implantação dos novos modelos dos planos de saúde dos funcionários, durante apresentação aos dirigentes sindicais realizada nesta terça-feira, 17. As alterações foram implementadas em novembro e terão impacto sobre cerca de 2.200 aposentados e aproximadamente 3.400 demitidos (02 anos nos planos após o desligamento) a partir de janeiro de 2014.

O novo modelo, que entrou em vigor sem qualquer negociação com as entidades sindicais, estabelece que aposentados e desligados passem a contribuir, através da implantação da cobrança por faixa etária, com subsídio do banco por cinco anos, e em 2018 assumindo o custo integral.

Os dirigentes sindicais não aceitaram as mudanças e reforçaram que o banco havia assumido compromisso de negociar com o movimento sindical antes das medidas serem implantadas. As mudanças aumentarão os custos, sobretudo, para os aposentados e, certamente, fará com que inúmeros bancários não tenham condições financeiras de arcar com os novos valores.

Apesar da reivindicação feita pelas entidades sindicais na última reunião do Comitê de Relações Trabalhistas (CRT), ocorrida no dia 27 de novembro, os representantes do banco não forneceram cópia dos contratos dos planos, nem dos estudos atuariais que embasaram os novos valores.

O representante da Federação dos Bancários de SP e MS na COE Santander, Cristiano Meibach, afirma que “se na via negocial não houver forma de alteração, passaremos então para via judicial, procurando garantir os direitos dos trabalhadores da ativa e aposentados”.

*Com informações da Contraf  

Notícias Relacionadas

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Proposta da Caixa para PcD é frustrante

Contudo, houve definição sobre pagamento dos deltas da promoção por mérito A proposta da Caixa Econômica Federal sobre redução de jornada e priorização de empregadas e empregados PcD, ou que tenham filhos de até seis anos com deficiência, frustrou a representação dos trabalhadores. “Na proposta do banco, somente há possibilidade de redução da jornada com […]

Leia mais

Sindicatos filiados