São José dos Campos: Bancárias são mais da metade dos trabalhadores bancários na Região

08.03.2017

Essa foi à constatação do estudo – Perfil do Emprego e Remuneração das Trabalhadoras Bancárias de São José dos Campos e Região – realizado pelo Sindicato em parceria com o DIEESE – Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos. O estudo apontou que as mulheres são 57,7% dos trabalhadores bancários em São José dos Campos […]

Essa foi à constatação do estudo – Perfil do Emprego e Remuneração das Trabalhadoras Bancárias de São José dos Campos e Região – realizado pelo Sindicato em parceria com o DIEESE – Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos.

O estudo apontou que as mulheres são 57,7% dos trabalhadores bancários em São José dos Campos e Região, percentual maior que o Nacional (49,1%) e do Estado de São Paulo (53,2%).

Infelizmente o estudo concluiu ainda que apesar de serem maioria, com maior nível de formação, 80,8% tem nível superior completo, ganham 13,2% menos que os homens.

No fim de 2012, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) também realizou uma pesquisa nacional que revela que as mulheres que trabalham em bancos, mesmo com nível escolar mais alto, recebem em média 24,10% a menos que os homens.

As diferenças salariais podem ser explicadas, segundo o estudo, pelo fato de as mulheres ocuparem cargos na base da pirâmide, com as mais baixas remunerações. Apenas 18% das bancárias ocupam cargos de diretoria e, ainda assim, recebem salários inferiores aos dos homens que ocupam a mesma posição. Enquanto um diretor chega a ganhar, em média, R$ 23 mil, uma diretora tende a ganhar R$ 18 mil.

A pesquisa ainda revela que as mulheres permanecem menos tempos nos bancos, e isso se justificaria pelas dificuldades advindas do cenário em que se inserem nesses empregos: baixos salários e falta de perspectiva de promoções rumo a cargos de maior prestígio. Enquanto 17 mil homens permaneceram empregados nos bancos por três décadas, apenas 6 mil mulheres tiveram o mesmo tempo de casa, revelam os dados.

Para acessar o estudo Perfil do Emprego e Remuneração das Trabalhadoras Bancárias de São José dos Campos e Região, clique aqui 

Escrito por Diretoria de Imprensa – Sindicato dos Bancários de SJCampos e Região 

    

Notícias Relacionadas

Feeb SP/MS participa de 51º Encontro Nacional CONTEC

Evento em Uberlândia debateu temas de interesse da categoria bancária e aprovou pautas de reivindicações para a Campanha Nacional dos Bancários. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, representada por seus sindicatos filiados, marcou presença no 51º Encontro Nacional Contec, realizado nos dias 20 e 21 de junho, […]

Leia mais

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Sindicatos filiados