Segundo e último dia da Conferência Interestadual tem apresentação da consulta aos bancários e trabalho dos grupos temáticos

01.07.2016

O segundo e último dia de trabalho da Conferência Interestadual da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) teve início na manhã desta sexta-feira (01), na Colônia de Férias da USCEESP, no Bairro de Suarão, em Itanhaém. Os dirigentes assistiram à apresentação do resultado da Consulta dos Bancários 2016, que […]

O segundo e último dia de trabalho da Conferência Interestadual da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) teve início na manhã desta sexta-feira (01), na Colônia de Férias da USCEESP, no Bairro de Suarão, em Itanhaém.

Os dirigentes assistiram à apresentação do resultado da Consulta dos Bancários 2016, que atualiza o perfil do trabalhador da base e aponta quais as suas prioridades e preocupações para a Campanha Salarial deste ano.

A consulta respondida pelos bancários possui papel fundamental para a Conferência Interestadual, pois seu resultado norteia o trabalho dos delegados nos grupos temáticos, que embasados nestes dados irão extrair propostas para a 18ª Conferência Nacional dos Bancários, que acontece entre os dias 29 e 31 de julho, em São Paulo.

A pesquisa que ouviu 8.572 trabalhadores identificou os seguintes aspectos: 62% é sindicalizado, contra 32% e 8% que não responderam, 47% são mulheres, 41% homens e 12% não responderam.

Na faixa etária, 2% possuem até 20 anos, 34% possuem entre 21 e 30 anos, 34% tem de 31 a 40 anos, 18 anos, de 41 a 50 anos e 10% acima de 50 anos. No que diz respeito à cor da pele (raça, de acordo com o criterio do IBGE), a branca é predominante(82%), parda vem em seguida (8%). Preta e amarela ficaram com 3% e 2%, respectivamente. Indígenas teve 0% e 5% não respondeu à questão.

Com relação ao tempo de banco, 24% possuem até 5 anos, 29%, de 05 a 10 anos, 16% têm de 11 a 15 anos e 24% possuem acima de 15 anos.

Prioridades

Remuneração fixa direta: Aumento real é fundamental para 49% dos bancários, 14º salário para 17%, ampliar o piso para 15%.
No campo remuneração fixa indireta, as prioridades são cesta de alimentação maior (37%), auxílio creche de 1 salário mínimo (19%), auxílio educação (16%)e auxílio combustível (16%). Na remuneração variável, uma PLR maior foi considerada prioridade para 56%, não desconto da PLR para 23% e negociar remuneração total para 21%.

No quesito emprego, fim das demissões e mais contratações foi considerada prioridade principal (35%), seguido por fim das terceirizações (24%), igualdade de oportunidades (18%). No campo Saúde e Condições de Trabalho, fim do assédio moral e fim das metas abusivas ficaram empatadas com 44% cada uma.

Segurança bancária

Em Segurança Bancária, adicional de risco de 30% nas agências, postos e tesouraria (30%), seguida por vidros blindados nas agências (18%) e cameras de monitoramento em tempo real foram as opções mais votadas.

Reajuste

O índice defendido pela maioria está na faixa entre entre 10% e 15% (50%), as opções seguintes são: até 10% (34%) e de 15% a 20% (8%).

Afastamentos

Gustavo Frias, representante da Federação no GT Saúde, apresentou dados do GT Afastamentos – que teve como fonte dados do INSS de 2013 – elencando as principais causas; neste ano, foram 18.761 bancários tiveram afastamentos por motivos de saúde.

Transtornos mentais e doenças do sistema nervoso estão entre elas, tendo aumentado as ocorrencias em 42% nos últimos cinco anos, porém, a LER/DORT, ao contrário do que muitos imaginam, apesar de ter sido superada em ocorrência por transtornos, como: depressão, ansiedade, sindrome do pânico, entre outros, seguem tendo incidência bastante alta. Neoplasias (tumores) e doenças do aparelho digestivo, também estão entre as causas.

Ainda na parte da manhã, os grupos temáticos iniciaram os debates e às 14h, irão apresentar suas proposições, que serão votadas na plenária final, encerrando os trabalhos da Conferência Interestadual.
 

Notícias Relacionadas

Comando Nacional dos Bancários entregará minuta de reivindicações à Fenaban no dia 18

No mesmo dia, trabalhadores do BB e da Caixa farão a entrega das minutas específicas de cada banco O Comando Nacional dos Bancários entregará à Federação Nacional do Bancos (Fenaban), na próxima terça-feira (18), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho […]

Leia mais

Bancários aprovam minuta de reivindicações da Campanha Nacional 2024

Documento, que servirá de base à renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, será entregue à Fenaban no próximo dia 18 Bancárias e bancários, de todo o Brasil, aprovaram, em assembleias realizadas nesta quinta-feira (13), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Contraf-CUT pede informações à Caixa sobre PDV

Objetivo é garantir a transparência do processo e amenizar ansiedade dos trabalhadores A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou, nesta terça-feira (11), um ofício à Caixa Econômica Federal solicitando informações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) do banco. No ofício, a Contraf-CUT observa que “o prazo de adesão” ao PDV “se […]

Leia mais

Sindicatos filiados