Sindicato de Campinas publica balanço da região no Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho

28.04.2015

28 de Abril: Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho Comemora-se em 28 de abril o Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho; entre elas, a categoria bancária. Em 2014, foram emitidas 122 Comunicações de Acidentes de Trabalho (CAT), em Campinas e cidades da Região, segundo levantamento do Departamento […]

28 de Abril: Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho

Comemora-se em 28 de abril o Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho; entre elas, a categoria bancária. Em 2014, foram emitidas 122 Comunicações de Acidentes de Trabalho (CAT), em Campinas e cidades da Região, segundo levantamento do Departamento de Saúde do Sindicato. Desse total, 83 (68%) foram emitidas pelos bancos e 39 (32%) pelo Sindicato. As 39 CATs emitidas pelo Sindicato registraram apenas duas moléstias: LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e transtornos mentais.

O levantamento do Departamento de Saúde mostra também que as bancárias são as maiores vítimas: do total de 122 CATs, 75 (61%) são de bancárias e 47 (39%) de bancários. Para o diretor do Departamento de Saúde do Sindicato, Gustavo Frias, os números são assustadores, porém é apenas a ponto do ‘iceberg’. “Não bastasse o fato de alguns Bancos se negarem a abrir CATs, temos as subnotificações, que descaracterizam a doença como decorrente do trabalho”. O diretor Gustavo Frias chama a atenção para a importância da emissão de CAT. “É um documento fundamental para o trabalhador, pois comprova o nexo da doença ou acidente com o ambiente de trabalho. Caso o Banco se nega a abrir a CAT, o bancário deve procurar o Sindicato. É um instrumento que garante, preserva os direitos dos trabalhadores”.

Plantão: Diante do alto índice de adoecidos, em decorrência das metas abusivas e assédio moral, o Sindicato instalou Plantão Jurídico para atender especificamente casos de adoecimento no trabalho. Para utilizar o serviço, basta entrar em contato com o Setor de Atendimento e agendar uma consulta jurídica.

Terceirização

O Congresso Nacional aprovou o PL 4330, que legaliza a terceirização no trabalho.

A terceirização precariza o trabalho. Uma prova disso é apresentada pelo Dieese. De cada 10 acidentes de trabalho no Brasil, oito acontecem com trabalhadores terceirizados.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados