Sindicato de Piracicaba atua contra denúncia de assédio e invasão de privacidade no BB

24.07.2014

A diretoria do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) organizou nesta terça-feira, 22, um ato contra um possível abuso praticado por um gestor do Banco do Brasil. O informativo entregue aos funcionários da agência Estilo, de Piracicaba, focava no que o gestor não pode fazer dentro do local de trabalho, buscando o respeito […]

Foto: Michelle Bottin

A diretoria do SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) organizou nesta terça-feira, 22, um ato contra um possível abuso praticado por um gestor do Banco do Brasil. O informativo entregue aos funcionários da agência Estilo, de Piracicaba, focava no que o gestor não pode fazer dentro do local de trabalho, buscando o respeito com os colegas de trabalho.

A ação foi organizada após o recebimento de algumas denúncias de que o gestor estaria assediando moral e sexualmente alguns funcionários, além de invadir a privacidade de outros – acessando o celular e caixa de email de funcionários, além de escutar conversas entre colegas atrás da porta.

“Recebemos a denúncia logo pela manhã e já organizamos este material para que o gestor saiba que o Sindicato está sabendo do ocorrido e fique ciente dos erros que está cometendo, para que não continue com atitudes que vão contra a integridade de seus colegas de trabalho, além da falta de respeito cometida”, afirmou a presidenta da SINDBAN, Angela Ulices Savian.

Além disso, Angela acrescentou que o intuito do ato era demonstrar aos bancários que o Sindicato está do lado deles e vai lutar por todos. “Nós estamos de olho e não vamos abaixar a cabeça para nenhuma ação que vá contra os bancários. Somos um Sindicato de luta pela categoria e vamos continuar atuando fortemente contra o assédio, falta de respeito e abuso de poder, que são crimes”, salientou.

O folder explicativo salienta ainda que os bancários devem denunciar práticas como estas, ligando no Sindicato ou para os diretores, garantindo que as identidades serão preservadas. Clique aqui para acessar o material.

Michelle Bottin – Sindicato dos Bancários de Piracicaba 

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados