Sindicato de Piracicaba participa de ato contra a terceirização na Avenida Paulista

06.08.2013

A avenida Paulista, centro do capital financeiro do país, parou na manhã desta terça-feira, 6, e o SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) esteve presente. Com a maior delegação de Piracicaba e uma das maiores presentes, diretores, funcionários e assessores participaram de um protesto contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que amplia […]

A avenida Paulista, centro do capital financeiro do país, parou na manhã desta terça-feira, 6, e o SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) esteve presente. Com a maior delegação de Piracicaba e uma das maiores presentes, diretores, funcionários e assessores participaram de um protesto contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que amplia a terceirização.

A manifestação realizada em frente a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) reuniu cerca de três mil trabalhadores de diferentes categorias e ligados às centrais sindicais, que bloquearam durante a manhã os dois lados da avenida Paulista. Durante o bloqueio um grupo de atores encenou “A morte do emprego com carteira assinada e o enterro da CLT”.

O alvo das manifestações foram os empresários, que possuem maioria no Congresso Nacional, reforçando a unidade das centrais em torno da pauta da classe trabalhadora. Além de São Paulo, diversos atos foram realizados nas principais capitais do país e municípios das regiões metropolitanas, em frente às federações e confederações patronais, nos locais de trabalho, ruas, legislativos e prefeituras. E os cerca de três mil trabalhadores que participaram do ato mandaram um recado ao Congresso Nacional: se o PL 4330, que retira direitos e precariza as relações de trabalho, for colocado em votação no dia 14 de agosto, a classe trabalhadora vai invadir e ocupar Brasília.

“O SINDBAN mais uma vez cumpriu com seriedade o seu papel em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras, presente com uma das maiores delegações, sendo que, de bancários, só perdeu em número para a delegação da capital”, afirmou o presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva.

Caso o PL 4330 passe pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, os trabalhadores vão parar o Brasil no dia 30 de agosto.

Fonte: Michelle Bottin – Sindicato dos Bancários de Piracicaba

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados