Sindicato de Piracicaba participa de ato por direitos trabalhistas e em defesa da democracia

02.04.2015

Com a bandeira “Ditadura nunca mais, democracia sempre mais”, na última terça-feira (31), o Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região (SindBan) participou do “Movimento Nacional Unificado em defesa dos Direitos dos Trabalhadores da Ativa e Aposentados”, realizado pelo Conselho de Entidades Sindicais de Piracicaba – Conespi em parceria com as Associações dos Aposentados e […]

Com a bandeira “Ditadura nunca mais, democracia sempre mais”, na última terça-feira (31), o Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região (SindBan) participou do “Movimento Nacional Unificado em defesa dos Direitos dos Trabalhadores da Ativa e Aposentados”, realizado pelo Conselho de Entidades Sindicais de Piracicaba – Conespi em parceria com as Associações dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba, Federação e Confederação Brasileira dos Aposentados, Central (CUT), Sindicato Nacional dos Aposentados (Sindinapi) Central (Força Sindical) e Central (UGT).

O evento, que contou com a participação de entidades dos estados de São Paulo, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, teve como objetivo manifestar sobre os déficits e perdas dos aposentados e contra as medidas provisórias 664 e 665 e pela aprovação da PEC 555 e o PL 4434, fim do Fator Previdenciário, bem como, reafirmar todas as lutas históricas dos trabalhadores.
Além disso, o SindBan levou sua mensagem em defesa da Petrobras pública, da democracia e contra qualquer tipo de retrocesso, fazendo alusão aos que pedem a volta dos militares ao poder.

Durante o ato, o presidente do SindBan e vice-presidente da FEEB-SP/MS, José Antonio Fernandes Paiva, ressaltou que o 31 de março de 2015 ficará na história de Piracicaba, uma terra de lutas. “Hoje, lembrança sombria da ditadura, demos um golpe naqueles que querem nos derrotar. Nossa mobilização é para construir uma sociedade em que se respeita os trabalhadores aposentados, pensionistas e na ativa.”

Orgulho dos aposentados e pensionistas – Paiva falou do orgulho de ver a força dos aposentados e pensionistas no ato em defesa dos direitos que nem eles sabem se poderão desfrutar diante da lentidão do Senado e da Câmara dos Deputados, que não representam os trabalhadores. “É na rua que construímos a nossa historia de lutas.”

Regime democrático – O presidente do SindBan ainda ressaltou o valor da democracia e que apenas nesse regime é possível fortalecer a luta pelos direitos. Pediu também para o governo ouvir os trabalhadores, pois são eles que precisam do poder público. “Por mais respeito aos trabalhadores. Ditadura nunca mais, democracia sempre mais”.

Independência dos trabalhadores – “Esse é o grito de Piracicaba, o grito de independência contra o golpe aos trabalhadores”, pontua Paiva, que lembra que ano passado, o Brasil teve uma sonegação de bilhões. “Quem sonega é patrão, é o rico, mas querem equilibrar as contas do governo tirando do nosso bolso. E é por isso que nesse 31 de março, com as mais diferentes delegações do Brasil inteiro, estamos aqui para dizer não ao golpe contra os trabalhadores.”

Medidas provisórias – Esse ano, o governo publicou medidas provisórias que alteram o acesso da população a uma série de benefícios previdenciários. A MP 664 trata de mudanças nas regras de pensão e auxílio doença e a MP 665 trata de mudanças nas regras do seguro-desemprego e abono salarial.

 Fonte: Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados