Sindicato de Santos paralisa HSBC contra cárcere privado e interrogatório

28.08.2013

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisou a agência do HSBC/Centro de Santos, na rua João Pessoa, nesta terça-feira (27/08), por 24h. “Colocamos cartazes, carro de som e uma cadeia na frente da agência com diretoras dentro para denunciar este crime de cárcere privado para interrogatório contra as bancárias do HSBC”, […]

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisou a agência do HSBC/Centro de Santos, na rua João Pessoa, nesta terça-feira (27/08), por 24h. “Colocamos cartazes, carro de som e uma cadeia na frente da agência com diretoras dentro para denunciar este crime de cárcere privado para interrogatório contra as bancárias do HSBC”, afirma Ricardo Saraiva Big, presidente do Sindicato.

A atividade é em protesto conforme denúncias e o testemunho de uma diretora do Sindicato dos Bancários de Santos e Região de que duas funcionárias e um funcionário foram colocados em cárcere privado dentro de uma sala e no cofre do banco, enquanto eram aterrorizadas e interrogadas por funcionários do banco inglês, especialmente deslocados para fazer este tipo de serviço criminoso.

Além disso, os três funcionários (as) foram acusados de desviar dinheiro sem provas e demitidos por justa causa.

O departamento jurídico do Sindicato registrou boletim de ocorrência e irá tomar as medidas judiciais cabíveis contra o banco.

Funcionária explica o terror que passou dentro do cofre

Uma funcionária disse que foi colocada dentro do cofre enquanto um funcionário do banco que ela nunca viu passou a interrogá-la para que ela apontasse quem tinha realizado fraude dentro da agência ou mesmo que assumisse a culpa pelo que ela não tinha feito. “Fui salva, depois quase 25 minutos de terror, porque quando a porta do cofre abriu eletronicamente, para que retirassem dinheiro, e uma diretora do Sindicato dos Bancários acabava de chegar na unidade, me viu lá dentro presa”, diz a funcionária.

Outro funcionário foi trancado dentro de uma sala e passava pelo mesmo interrogatório quando diretores do Sindicato exigiram que abrissem as portas e terminassem com o cárcere. A terceira funcionária está em choque com depressão e não que sair de casa depois do que passou dentro do HSBC.

Fonte: Imprensa do Sindicato dos Bancários de Santos

Notícias Relacionadas

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Sindicatos filiados