Sindicato de Sorocaba faz mobilização amanhã contra demissões do Santander

05.12.2012

Funcionários e sindicatos fazem mobilização amanhã, dia 6, contra as demissões em massa que atingiram a rede de agências e os centros administrativos do Santander em pleno fim de ano, às vésperas do Natal. A onda de dispensas foi deflagrada na semana passada com o desligamento de 40 funcionários na Torre Santander (em São Paulo) […]

Funcionários e sindicatos fazem mobilização amanhã, dia 6, contra as demissões em massa que atingiram a rede de agências e os centros administrativos do Santander em pleno fim de ano, às vésperas do Natal. A onda de dispensas foi deflagrada na semana passada com o desligamento de 40 funcionários na Torre Santander (em São Paulo) e disparou na segunda-feira (3) com cerca de mil demissões e que podem chegar a 5 mil até sexta-feira (7), segundo informações extraoficiais.

A luta das entidades sindicais é pela reintegração de todos os funcionários desligados e a manutenção dos empregos. O Movimento Sindical já cobrou uma negociação com o banco, mas até o momento não obteve retorno.

"Queremos uma negociação com o Santander para discutir a suspensão imediata das dispensas e a manutenção dos empregos dos trabalhadores", diz Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região.

A denúncia dos bancários repercutiu na imprensa nacional. O Santander disse que "os números não correspondem à realidade" e alegou que "está procedendo um ajuste em sua estrutura de forma a adequá-la ao contexto competitivo da indústria".

Mas na visão do movimento sindical e dos funcionários do banco, não há motivos para cortar empregos, já que o banco não demite na Espanha onde há crise, nem em outros países da América Latina. Então não é aceitável a demissão de funcionários aqui no Brasil.

Ao invés de promover um Natal de demissões em massa, o Santander deveria fazer contratações, acabar com a rotatividade, melhorar as condições de trabalho e apostar no crescimento do país. Por isso, sindicatos e federações estão exigindo a reintegração dos desligados e a manutenção dos empregos dos trabalhadores.

Notícias Relacionadas

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Sindicatos filiados