Sindicato de Sorocaba protesta contra demissões do Itaú em Itapetininga

07.08.2013

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, por meio de seus diretores Luiz Beluzzi Júnior, Maria Aparecida Cassetari e Marcelo Silva Teles, acompanhados de seu presidente, Julio Cesar Machado, esteve na cidade de Itapetininga na última quinta-feira, dia 1 de agosto, para protestar contra as demissões no banco Itaú no município. Com o conhecimento […]

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, por meio de seus diretores Luiz Beluzzi Júnior, Maria Aparecida Cassetari e Marcelo Silva Teles, acompanhados de seu presidente, Julio Cesar Machado, esteve na cidade de Itapetininga na última quinta-feira, dia 1 de agosto, para protestar contra as demissões no banco Itaú no município.

Com o conhecimento de que estava havendo demissões infundadas e em demasia, o sindicato fechou a agência durante o dia todo, fixando cartazes e conversando com os funcionários para prestar esclarecimentos e orientações.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba, Julio Cesar Machado, afirma que é um absurdo essas demissões imotivadas, quando o banco teve, só no primeiro semestre de 2013, lucro líquido de R$ 7,055 bilhões. O resultado, segundo informações divulgadas pela imprensa, é maior que a economia de 33 países do mundo e o segundo maior lucro da história dos bancos, atrás apenas do próprio recorde de 2011.

Julio completa que “os responsáveis pelos bons resultados do banco são os bancários e que o Itaú não pode retribuir com péssimas condições de trabalho e desemprego. No Brasil, conforme levantamento feito pelo Dieese, nos primeiros seis meses desse ano, o Itaú cortou 2.264 postos de trabalho. Não pode!”.  

Fonte: Feeb SP/MS, com o Sindicato de Sorocaba

Leia também:

Dirigentes sindicais do Itaú discutem balanço do banco e planejam luta 

Itaú ganha R$ 7,1 bi no 1º semestre; 2º maior lucro da história dos bancos

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados