Sindicato distribui folheto contra PL 4330 no Dia de Mobilização, em Campinas

30.08.2013

  Na manhã desta sexta-feira, 30, o Sindicato dos Bancários de Campinas e Região distribui folheto nas agências centro do Banco do Brasil (Costa Aguiar) e Caixa Federal (Avenida Francisco Glicério), instaladas em Campinas, contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que propõe regular a terceirização do trabalho. A atividade faz parte Dia Nacional de […]

 

Na manhã desta sexta-feira, 30, o Sindicato dos Bancários de Campinas e Região distribui folheto nas agências centro do Banco do Brasil (Costa Aguiar) e Caixa Federal (Avenida Francisco Glicério), instaladas em Campinas, contra o Projeto de Lei (PL) 4330, que propõe regular a terceirização do trabalho. A atividade faz parte Dia Nacional de Mobilização.

Durante a manifestação, os diretores do Sindicato debateram com os bancários a tramitação do PL na CCJC (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania) da Câmara dos Deputados, e o processo de negociação com a Fenaban e nos bancos públicos (Banco do Brasil e Caixa Federal). Além do folheto contra o PL 4330, os diretores distribuíram folheto direcionado aos clientes sobre a lucratividade dos Bancos, tarifas altas e fechamento de postos de trabalho.

Pressão em Brasília

Nesta segunda-feira, dia 2 de setembro, a Comissão Quadripartite (governo, deputados, empresários e trabalhadores) volta a se reunir em Brasília. Será a última reunião antes da anunciada votação do PL 4330 na CCJC, que pode ocorrer nos dia 3 e 4 da próxima semana. Para as centrais sindicais, o PL 4330 como está, mesmo com a incorporação das propostas do governo federal, representa a precarização das relações de trabalho no país. Em outros termos, a proposta do governo não muda a essência do PL 4330; ou seja, permanecem intocáveis os pontos sobre a ampliação da terceirização para as atividades fim, a exigência de responsabilidade solidária; dentre outros.

Calendário

Dias 3 e 4/09 – Mobilização em Brasília para pressionar deputados contra PL 4330 na CCJC da Câmara dos Deputados.
 

Notícias Relacionadas

Campanha Nacional: Combate ao Assédio Moral volta a ser negociado com Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)

Bancos negam que causa de adoecimento está relacionada à cobrança de metas O Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (15), para mais uma negociação. O combate ao assédio moral foi novamente tema do debate. Apesar de mais uma vez os bancos negarem que a causa do adoecimento […]

Leia mais

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Sindicatos filiados