Sindicato dos Bancários de Franca paralisa agência do Itaú em protesto contra demissões

06.12.2020

O Sindicato dos Bancários de Franca retardou a abertura da agência Centro do Itaú em uma hora na manhã desta terça-feira (12/06) em Franca. O motivo da paralisação foi a onda crescente de demissões ocorridas no banco, que só nos últimos doze meses desligou de seus quadros 7.728 trabalhadores. Além do retardamento da abertura da […]

O Sindicato dos Bancários de Franca retardou a abertura da agência Centro do Itaú em uma hora na manhã desta terça-feira (12/06) em Franca.

O motivo da paralisação foi a onda crescente de demissões ocorridas no banco, que só nos últimos doze meses desligou de seus quadros 7.728 trabalhadores.

Além do retardamento da abertura da agência Centro, o Sindicato realizou também manifestações nas outras agências do banco na cidade, distribuindo um informe aos clientes e funcionários denunciando esta prática predadora do Itaú, que demite funcionários mais velhos, às vezes próximos da aposentadoria, e contrata mais novos com salários menores. Segundo dados do DIEESE, os demitidos ganhavam em média R$ 4.110,26, sendo que os novos contratados recebem em torno de R$ 2.430,57.

Outro fato que tem gerado descontentamento entre os funcionários da instituição, é o fato do Itaú figurar em primeiro lugar em uma lista dos bancos que mais gastaram em salários de seus diretores, com uma média de R$ 7,5 milhões para cada membro da diretoria.

“É o lado perverso desta rotatividade implementada pelo Itaú, pois enquanto milhares de funcionários convivem diariamente com o fantasma da demissão, uns poucos diretores faturam milhões a cada ano”, disse o diretor do Sindicato e funcionário do Itaú Claudinei Peres.

Os protestos contra as demissões ocorridas no Itaú aconteceram não só em Franca, mas em todo o país. “Os funcionários do banco estão revoltados e desmotivados com tudo o que em acontecendo dentro da empresa e não estão descartadas novas manifestações e paralisações”, destacou o presidente do Sindicato e Secretário para Assuntos de Finanças e Crédito da UGT Edson Santos.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Franca 

Notícias Relacionadas

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Proposta da Caixa para PcD é frustrante

Contudo, houve definição sobre pagamento dos deltas da promoção por mérito A proposta da Caixa Econômica Federal sobre redução de jornada e priorização de empregadas e empregados PcD, ou que tenham filhos de até seis anos com deficiência, frustrou a representação dos trabalhadores. “Na proposta do banco, somente há possibilidade de redução da jornada com […]

Leia mais

Sindicatos filiados