Sindicato dos Bancários de Franca reúne-se com o Bradesco e denuncia práticas antissindicais e assédio moral

01.03.2013

O Sindicato dos Bancários de Franca esteve reunido na última quarta-feira (27/02) com o Bradesco na Cidade de Deus – Osasco/SP. O presidente do Sindicato Edson Santos, o vice-presidente Osório Carbone e os diretores Nilson Santos e Rogério Marques foram recebidos pelos Gerentes de Relações Sindicais do banco Geraldo Grandro e Eduara Cavalheiro. No encontro, […]

O Sindicato dos Bancários de Franca esteve reunido na última quarta-feira (27/02) com o Bradesco na Cidade de Deus – Osasco/SP.

O presidente do Sindicato Edson Santos, o vice-presidente Osório Carbone e os diretores Nilson Santos e Rogério Marques foram recebidos pelos Gerentes de Relações Sindicais do banco Geraldo Grandro e Eduara Cavalheiro.

No encontro, o Sindicato cobrou do banco a instalação de cartazes nos Postos de Atendimento Avançados (PAA’s) informando que nestes locais não há movimentação de numerário e que os funcionários que ali trabalham não abastecem os terminais de auto-atendimento, cujo serviço é feito por empresa de transporte de valores. “Acreditamos que esta medida trará mais segurança para os trabalhadores que exercem funções nos PAA’s e por isso cobramos do banco a adoção deste simples procedimento”, afirmou o diretor do Sindicato e funcionário do Bradesco Nilson Santos. Os representantes do banco informaram que a reivindicação já foi encaminhada para o Departamento de Segurança e Transporte para análise.

O Sindicato denunciou também ao Bradesco a prática antissindical de um gerente do banco lotado na base, que recentemente obrigou os funcionários de sua agência a se desfiliarem do Sindicato, fato que gerou um grande desconforto entre os trabalhadores da unidade. O Sindicato também recebeu denúncias sobre o comportamento inadequado deste mesmo gerente no trato com os funcionários, que frequentemente sofrem com as humilhações e o comportamento agressivo do gestor. “Tivemos conhecimento que alguns funcionários chegam a chorar, devido à forma como são tratados por este gerente”, denunciou o presidente Edson Santos.

O banco afirmou que este comportamento não condiz com as práticas adotadas pelo Bradesco e que serão adotadas medidas para que o problema seja equacionado.

Fonte: Seeb Franca
 

Notícias Relacionadas

União faz a força dos trabalhadores e consagra o “22 de Maio por mais Direitos” em Brasília

23/05/2024 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) foi representada pelo presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas, Lourival Rodrigues, durante o 22 de Maio por Mais Direito, realizado ontem (22), em Brasília. O ato uniu a classe trabalhadora de todo o Brasil em […]

Leia mais

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Sindicatos filiados