Sindicato dos Bancários de Piracicaba fecha agências do Itaú em Dia de Luta

28.05.2013

As agências do Banco Itaú de Piracicaba que trabalham com horário estendido não abriram nesta segunda-feira, 27. A paralisação foi organizada pelo SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) pelo fim do horário estendido nas agências. O dia 27 de maio foi definido como o Dia de Luta do Banco Itaú e sindicatos e […]

As agências do Banco Itaú de Piracicaba que trabalham com horário estendido não abriram nesta segunda-feira, 27. A paralisação foi organizada pelo SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) pelo fim do horário estendido nas agências.

O dia 27 de maio foi definido como o Dia de Luta do Banco Itaú e sindicatos e sindicatos de todo o país ralizaram paralisações nas agências do Itaú. Mesmo com chuva, funcionários e diretores do SINDBAN foram até as agências antes do horário de abertura das portas e informaram funcionários e gerentes sobre a paralisação e que a agência não abriria durante o dia.

O protesto ocorreu por conta da extensão do horário de atendimento em diversas agências, sobrecarregando os funcionários e trazendo consequências diretas no emprego, jornada e organização de trabalho, afetando principalmente a qualidade de vida dos trabalhadores. O projeto foi implantado de forma unilateral e sem transparência, fragilizando ainda a segurança de bancários e clientes.

Os diretores repassaram aos funcionários das agências paralisadas a minuta aprovada no Encontro Nacional dos Dirigentes Sindicais, onde constam as propostas e ações para a Campanha Salarial 2013. Entre as principais reivindicações está a de contratação de mais funcionários e a implantação do segundo turno. “Não estamos protestando contra o horário estendido destas agências, mas solicitando mais funcionários e o segundo turno para que não sobrecarregue os existentes, dando condições dignas de trabalho a eles”, afirmou o vice-presidente do Sindicato, Marcelo Abrahão.

BANCO – O Itaú fechou 7.935 postos de trabalho somente no ano passado. Desde 2011, os cortes já chegam a 13.699 postos. Enquanto isso, o lucro líquido do Itaú em 2012 passou dos R$ 14 bilhões.

Em 2013, o banco lucrou R$ 3,5 bilhões no primeiro trimestre. Já o emprego foi reduzido ainda mais, com o corte de 708 postos de trabalho.

Fonte: SIndicato de Piracicaba

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados