Sindicato oficia Ministério sobre calorão em agência do BB

08.01.2015

A situação do ambiente fez com que o Sindicato dos Bancários do município enviasse ontem um ofício à Gerência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, solicitando uma fiscalização nas instalações da agência. A entidade afirma que o local encontra-se em condições insalubres por conta das altas temperaturas dos últimos dias e a falta do […]

A situação do ambiente fez com que o Sindicato dos Bancários do município enviasse ontem um ofício à Gerência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, solicitando uma fiscalização nas instalações da agência.

A entidade afirma que o local encontra-se em condições insalubres por conta das altas temperaturas dos últimos dias e a falta do climatizador.

“Tomamos conhecimento do caso há uns dez dias, entre o Natal e o Ano Novo, e procuramos informalmente o gerente da agência e a gerência regional do Banco do Brasil, mas nenhuma providência foi tomada. Então, decidimos ontem oficiar a Gerência Regional do Trabalho e Emprego, solicitando uma fiscalização. Também mandamos ofício ao gerente da agência, informando sobre o comunicado encaminhado ao Ministério”, disse o diretor do Sindicato dos Bancários de Franca, Rogério Marques, que afirmou ainda que irá promover uma ação sindical caso nenhuma providência seja tomada.

“Iremos fechar a agência e impedir os funcionários de entrarem. Mas essa medida será tomada em último caso, se a gente não receber retorno nos próximos dias.”

A reportagem do Comércio esteve ontem na agência 0531 e sentiu na pele o calorão que os funcionários do local enfrentam há cerca de um mês.

Muitos soltam a voz para reclamar, mas fecham a boca na hora de se identificarem, por medo de retaliações. “Está impossível trabalhar aqui. Muitos de nós temos que deixar o posto de trabalho e ir lá fora se refrescar por conta do calor. Também já vimos clientes sentindo mal-estar aqui dentro sem o ar condicionado”, disse um dos trabalhadores da agência. “Técnicos já vieram duas vezes aqui verificar a situação. Eles dizem que falta uma peça, mas não dão previsão para consertar o ar”, comentou outro funcionário.

Um terceiro servidor relatou ainda outros problemas. “Aqui tem duas portas giratórias, pois tem muitos clientes e em dias de pagamento tem muito movimento, mas uma está quebrada. O elevador interno também está quebrado há mais de um ano, e esse aqui para os clientes quebrou há umas duas semanas. Os funcionários estão tendo que descer para atender os clientes que não têm condições de subir, como cadeirantes e idosos.”

A agência 0531 do Banco do Brasil possui térreo, além de dois andares. Os caixas do local funcionam no segundo patamar.

O Comércio questionou o Banco do Brasil, por meio de sua assessoria de imprensa, no fim da tarde de ontem sobre a previsão de reparos na agência 0531, mas não recebeu retorno até o fechamento desta edição.

Fonte: Portal GCN
Para acessar a matéria, clique aqui

Notícias Relacionadas

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Proposta da Caixa para PcD é frustrante

Contudo, houve definição sobre pagamento dos deltas da promoção por mérito A proposta da Caixa Econômica Federal sobre redução de jornada e priorização de empregadas e empregados PcD, ou que tenham filhos de até seis anos com deficiência, frustrou a representação dos trabalhadores. “Na proposta do banco, somente há possibilidade de redução da jornada com […]

Leia mais

Sindicatos filiados