Sindicatos da base da Federação aderem ao Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente na CEF

06.08.2015

Nesta quinta-feira, 06, o dia foi de mobilização para os sindicatos da base da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), que aderiram ao Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente na Caixa Econômica Federal (CEF). O Dia Nacional de Luta promovido pelos SEEBs de Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Naviraí […]

Nesta quinta-feira, 06, o dia foi de mobilização para os sindicatos da base da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), que aderiram ao Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente na Caixa Econômica Federal (CEF).

O Dia Nacional de Luta promovido pelos SEEBs de Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Naviraí (MS), Piracicaba, Ponta-Porã (MS), Sorocaba, São José dos Campos e São José do Rio Preto em suas bases, teve abaixo-assinado, distribuição de carta aberta aos clientes e usuários e postagem nas redes sociais de fotos dos funcionários com cartazes da campanha, juntamente com a hashtag #Maisempregosjá.

Além dos cortes nos postos de trabalho – Pesquisa de Emprego Bancário (PEB) aponta 2.058 foram fechados no primeiro semestre deste ano – o PAA (Plano de Apoio à Aposentadoria), que resultou no desligamento de mais de três mil empregados é outro fator que contribui para o atual déficit de funcionários e também prejudica o atendimento à população.

A Caixa possui 80 milhões de correntistas e poupadores e é responsável por milhões de benefícios como o Bolsa Família, seguro-desemprego, PIS, abono salarial e as aposentadorias e pensões do INSS. Encerrou o primeiro trimestre de 2015 com lucro líquido de R$ 1,5 bilhão. Em junho a carteira de crédito ampliada do Banco registrou saldo de R$ 624,4 bilhões, alta de 20,1% em 12 meses e de 3,2% na comparação trimestral. Já a carteira habitacional apresentou elevação de 24,6% com saldo de R$ 354,2 bilhões.

O intuito das mobilizações, realizadas pela categoria bancária no país inteiro, é chamar a atenção da sociedade para a necessidade de contratar mais empregados, garantindo melhora na saúde e nas condições de trabalho dos atuais funcionários e também na qualidade do atendimento à população, bem como, cobrar da diretoria do banco pelo compromisso assumido na assinatura do Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho, em vigor, de contratar dois mil novos empregados até dezembro deste ano. Até o momento, foram contratados apenas 465 novos empregados, segundo informação repassada aos sindicatos em reuniões ou na mesa de negociação permanente. Já para os concursados prontos para contratação, a Caixa Federal informa que das duas mil novas contratações, faltam apenas 32.

Confira o relato da mobilização de alguns sindicatos:

Araçatuba

O Sindicato dos Bancários de Araçatuba e Região realizou manifestação nas agências da CEF nas cidades de Araçatuba e Birigüi, retardando a abertura em 30 minutos, distribuindo material da mobilização aos presentes e também fotografando a participação dos bancários no ato, com cartazes da campanha em prol da contratação de mais empregados.

Campinas

O Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente na Caixa Federal, hoje (6), foi marcado em Campinas com manifestações nas unidades Glicério, Aquidabã, Rosário e Conceição, no período da manhã. Na base do Sindicato, ocorreram também manifestações em nove cidades: Americana, Amparo, Indaiatuba, Itatiba, Mogi Mirim, Paulínia, São João da Boa Vista, Sumaré e Valinhos.

Durante o Dia de Luta os diretores do Sindicato passaram abaixo-assinado e distribuíram carta aberta aos clientes e usuários. Já os empregados postaram imagens com o cartaz da Campanha nas redes sociais, inclusive enviaram para o Sindicato via e-mail e WhatsApp. A orientação era registrar o Dia e postar mensagens com a hashtag #maisempregadosjá.

Cabe destacar, a mobilização dos empregados contou com a participação de aprovados em concurso, que portaram faixas e cartazes.

Franca

Os diretores do Sindicato entregaram manifesto aos empregados do Caixa e também aos clientes e usuários, denunciando a sobrecarga de trabalho e o grande número de adoecimentos que ocorrem na empresa devido a este fato.

Em Franca, o manifesto teve início na agência Centro, que é a maior da cidade. “Cerca de três mil empregados do banco se aposentaram neste ano e estamos cobrando não só a reposição deste quadro com também o aumento no número de empregados. Milhares de concursados estão aguardando para serem chamados. Somente com mais empregados a Caixa oferecerá um atendimento digno aos seus clientes e também melhores condições de trabalho aos funcionários”, disse o Presidente do Sindicato dos Bancários de Franca e Região, Edson Roberto dos Santos para as dezenas de pessoas que aguardavam na fila para serem atendidas.

Naviraí (MS)

O SEEB Naviraí e Região, realizou manifestação em 04 unidades que compõe sua base territorial: Naviraí, Ivinhema, Mundo Novo e Nova Andradina.
Durante o expediente bancário, houve coleta de assinaturas em abaixo-assinado junto a clientes e usuários, bem como distribuição de carta aberta para conscientização da população em relação ao problema do déficit de funcionários na CEF, que os funcionários, sobrecarregando-os e também prejudica o atendimento à população.

Piracicaba

A falta de funcionários na Caixa Econômica Federal é uma realidade no país, e foi pedindo mais contratações que o Sindicato dos Bancários (SindBan) realizou atos nas agências de Piracicaba, Santa Bárbara D`Oeste, São Pedro, Tietê e Laranjal Paulista.

No ano passado, o banco público possuía 101 mil empregados. No último dia 30 de junho, a empresa informou no Diário Oficial da União que o seu quadro de pessoal é de 97.975 providos. A instituição está com déficit 5 mil trabalhadores.

“As mídias sociais foram as ferramentas de luta; e os bancários e a população, que seguraram cartazes da campanha, foram os protagonistas do ato. Pressionamos o banco para que seja cumprido o Acordo Coletivo. O déficit de funcionários é sentido no dia a dia das agências, grande volume de trabalho, espera nas filas. Mais contratações refletem positivamente no atendimento e atenção aos clientes. Todos saem ganhando”, destaca o presidente do Sindicato dos Bancários, José Antonio Fernandes Paiva. Além da exposição dos cartazes, foi distribuída Carta Aberta à População.

Rio Claro

No Dia Nacional de Luta, Sindicato dos Bancários de Rio Claro e Região realizou distribuição de carta aberta aos clientes nas agências da CEF na cidade de Rio Claro, houve também coleta de assinatura no abaixo-assinado, fotografia de clientes portando o cartaz alusivo à campanha, além de rodas de diálogos, esclarecendo aos funcionários e demais presentes, a necessidade de contratações imediatas para melhoria do atendimento aos clientes e para garantir a saúde do trabalhador que vem sendo sobrecarregado. O SEEB Rio Claro também levou a mobilização para as redes sociais, postando as fotos das atividades. 

São José dos Campos

O Sindicato dos Bancários de São José dos Campos e região, participou do dia nacional de luta por mais empregados na Caixa, entregando carta aberta e colhendo assinaturas para o abaixo-assinado, da população e de funcionários, a diretoria passou nas agências distribuindo cartazes nas agências e mobilizando os empregados para a luta.

A mobilização faz parte da “Campanha Mais Empregados para a Caixa Mais Caixa para o Brasil”, que o movimento sindical vem realizando em todo o país para mobilizar empregados, concursados e população, para forçar o Banco público a acelerar o ritmo de contratações.

Sorocaba

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região percorreu as agências da Caixa Econômica Federal, portando cartazes e realizando um abaixo assinado com a população e bancários, como parte da campanha para que o banco nomeie todos os concursados do último certame. As manifestações contaram com a participação dos concursados da Caixa.

“As novas contratações são extremamente necessárias, pois os empregados da Caixa já não aguentam mais trabalhar tão sobrecarregados, sendo que tem gente já aprovada em concurso só aguardando ser chamada. Ganham os empregados, os concursados e os clientes, que serão melhor atendidos”, comenta Maria Aparecida Cassetari, diretora do sindicato e funcionária da Caixa. 

Ela explica que hoje, faz parte da realidade na Caixa as longas filas, a interrupção de serviços, o adoecimento de empregados devido à sobrecarga, a falta de respeito com o direito dos aprovados em concurso. “As vagas já estão disponíveis. Vamos exigir que as contratações sejam imediatas!”, finalizou.

Colaboraram: José Augusto Ribeiro (SEEB Araçatuba), Jairo Gimenez (SEEB Campinas), Moacir Januário (SEEB Naviraí), Mariana Valadares (SindBan Piracicaba), Márcio Troya (SEEB Rio Claro), Débora Machado (SEEB S. José dos Campos) e Juliana Alonço (SEEB Sorocaba).

 

Notícias Relacionadas

Conferência Interestadual aprova eixos para Conferência Nacional de 2024

Sindicatos dos Bancários debateram propostas e aprovaram pautas em defesa do trabalhador. Documento será apresentado em Conferência Nacional para discussão na Campanha Salarial de 2024 Delegações de 21 regionais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta e sexta-feira, 11 e 12 de abril, para debater propostas que serão […]

Leia mais

Abertura da Conferência Interestadual da Feeb SP/MS conta com delegações de 21 regionais

  Primeiro dia de evento amplia visão sobre o futuro do Sistema Financeiro, Cenário Econômico Nacional e Avanço Tecnológico  A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) abriu nesta quinta-feira (11) a Conferência Interestadual dos Bancários de 2024. O tema central do evento deste ano é “Categoria […]

Leia mais

Proposta da Caixa para PcD é frustrante

Contudo, houve definição sobre pagamento dos deltas da promoção por mérito A proposta da Caixa Econômica Federal sobre redução de jornada e priorização de empregadas e empregados PcD, ou que tenham filhos de até seis anos com deficiência, frustrou a representação dos trabalhadores. “Na proposta do banco, somente há possibilidade de redução da jornada com […]

Leia mais

Sindicatos filiados