Sindicatos e Itaú discutem agências digitais

07.04.2016

Os sindicatos e o Itaú se reuniram ontem (6) para debater emprego e agências digitais. Na abertura da reunião, prevista na chamada agenda permanente, o Itaú apresentou os seguintes dados: atualmente existem oito polos de agências digitais, sendo sete em São Paulo e um no Rio de Janeiro, envolvendo 2.156 funcionários. Os dados foram reivindicados […]


Os sindicatos e o Itaú se reuniram ontem (6) para debater emprego e agências digitais. Na abertura da reunião, prevista na chamada agenda permanente, o Itaú apresentou os seguintes dados: atualmente existem oito polos de agências digitais, sendo sete em São Paulo e um no Rio de Janeiro, envolvendo 2.156 funcionários. Os dados foram reivindicados pelos sindicatos na reunião realizada no dia 23 de março último.

O coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, Jair Alves, relatou problemas detectados nas agências digitais; entre eles, sobrecarga de funções, assédio moral e ambiente insalubre (funcionários são obrigados a trabalhar com headfone). “Reivindicamos pleno acesso aos locais de trabalho, transparência nas informações, eleição de cipeiros e fim das metas abusivas”.

Terceirização

Questionados pelos dirigentes sindicais, o Itaú negou a existência de terceirizados nas agências digitais e também garantiu o cumprimento da jornada de trabalho, de segunda-feira a sexta-feira.

Para o diretor do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região e representante da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) na COE Itaú Unibanco, Mauri Sérgio, “a discussão sobre agências digitais não se encerra aqui; foi apenas a primeira reunião. Não vamos aceitar a precarização do trabalho bancário e exigimos que o Itaú cumpra todos os direitos previstos na Convenção Coletiva da categoria”.

Reunião: O Itaú vai apresentar as respostas às reivindicações dos sindicatos na próxima reunião, a ser realizada no dia 28 deste mês de abril.

Fonte: Contraf-CUT
Foto: Jailton Garcia

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados