Sindicatos levam pauta Covid para mesa de negociação com o Banco

10.02.2022

Medidas de combate à propagação do vírus foram encaminhadas nesta tarde (10) A Comissão de Organização dos Empregados (COE) Bradesco cobrou nesta quinta-feira (10), durante reunião com o banco, medidas rigorosas no combate à Covid 19. Dentre as reivindicações apontadas pelos representantes dos trabalhadores estão: Revisão nas metas, tendo em vista a redução do quadro […]

Medidas de combate à propagação do vírus foram encaminhadas nesta tarde (10)

A Comissão de Organização dos Empregados (COE) Bradesco cobrou nesta quinta-feira (10), durante reunião com o banco, medidas rigorosas no combate à Covid 19. Dentre as reivindicações apontadas pelos representantes dos trabalhadores estão: Revisão nas metas, tendo em vista a redução do quadro de funcionários afastados; suspensão das visitas presenciais aos clientes; fornecimento de máscaras adequadas, e outras.

O objetivo é reduzir os impactos causados pela Covid 19 e evitar a propagação e o contágio da população pelo vírus e suas variantes.

“Não podemos admitir que mesmo apresentando um lucro recorrente de mais de R$ 26 bi, o banco continue sobrecarregando o bancário com a cobrança de metas altíssimas em meio à pandemia, ao desfalque de funcionários devido ao adoecimento e às inúmeras demissões. Vamos fazer valer os direitos do trabalhador e defender a categoria diante de posturas que retrocedem as conquistas adquiridas até agora”, explica Lourival Rodrigues, representante da Feeb na COE Bradesco.

A COE cobrou ainda, o cumprimento do protocolo de afastamento e o fechamento de agências e a sanitização adequada em casos de contaminação de bancários e terceirizados.

De acordo com o banco as medidas estão sendo revistas – como o processo de sanitização, que está mais célere, devido à utilização de um novo produto que permite a abertura da agência 45 minutos após sua aplicação – e firmou o compromisso de responder às demandas apresentadas. O Bradesco se comprometeu também a reforçar a importância com a atenção aos protocolos a todos os funcionários do banco.

Outra solicitação feita pelos representantes foi com relação à permanência do home office ao grupo de risco e gestantes. O banco solicitou o início das tratativas para o retorno ao trabalho presencial deste grupo. O movimento sindical conquistou a manutenção do grupo de risco em home office até a primeira semana de março. Com relação à solicitação de hoje, o banco assumiu o compromisso de se reunir com os representantes      dos trabalhadores, após o carnaval, para negociar o tema.

O acordo ao teletrabalho, até então não aplicado pelo banco, também voltou a ser reivindicado pela COE.

Lucro e demissões 

Nesta semana, o banco divulgou o relatório de análise econômica e financeira de 2021. O lucro recorrente do banco foi de R$ 26,215 bilhões, com alta de 34,7% em relação ao ano de 2020 e queda de 2,3% na comparação do 4º trimestre (R$ 6,613 bilhões) em relação ao trimestre imediatamente anterior (R$ 6,767 bilhões). O total de fechamento de postos de trabalho foi de 2,301 em doze meses. De acordo com o documento o banco encerrou 448 agências e abriu 273 unidades de negócio.

Notícias Relacionadas

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Feeb SP/MS monta grupo de trabalho para discutir metas com Banco Itaú

Prazo para organização de grupos de representação se encerrou no último dia 31 Bancários representados pela Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul formalizaram o pedido junto ao banco para montagem de um grupo de trabalho para discussão de metas. De acordo com a cláusula 87 da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados