Sindicatos realizam plenárias para debater novo plano de funções comissionadas do BB

30.01.2013

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) realizou nesta quarta-feira, 30, reunião com os dirigentes dos sindicatos filiados, funcionários do Banco do Brasil, para esclarecer dúvidas sobre o novo Plano de Comissões com jornada de 6 horas. Implantado no dia 28, sem negociação prévia com a representação sindical, o […]

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) realizou nesta quarta-feira, 30, reunião com os dirigentes dos sindicatos filiados, funcionários do Banco do Brasil, para esclarecer dúvidas sobre o novo Plano de Comissões com jornada de 6 horas.

Implantado no dia 28, sem negociação prévia com a representação sindical, o novo plano prejudica os bancários e reduz salários das funções comissionadas de 6h – funcionários que estavam em jornada de 8h e que passarem para 6h terão redução salarial de 16,25% de sua remuneração total.

O secretário-geral da Feeb-SP/MS e representante da entidade na Comissão de Empresa (CE BB), Jeferson Boava, esclarece que desde o término da Campanha de 2012 que o movimento sindical reivindica a abertura de um processo de negociação com o banco, porém o BB insiste que ‘gestão’ não se negocia. “O banco montou esse plano que, claramente, prejudica os bancários, sem qualquer participação dos sindicatos, e agora está impondo a adesão. É uma atitude absurda. Por isso, estamos orientando que todos os sindicatos reúnam os funcionários do BB de sua base, para esclarecer dúvidas e, sobretudo, decidir, com a participação de todos, o que fazer”, afirma Jeferson.

Sobre o plano

> O plano está dividido em dois tipos de Funções: Funções de Confiança (FC), jornada de 8h/dia; Funções Gratificadas (FG), jornada de 6h/dia.

> Quem ocupa Função de Confiança (FC) tem de fazer o termo de opção em até 6 dias, a contar da implantação do plano – o prazo termina na segunda-feira (4/2), porém os funcionários devem consultar o seu gerente para saber se têm de fazer a opção, já que a regra não vale para todos os cargos.

>Quem ocupa comissão que seja público-alvo de Função Gratificada (FG) de jornada de 6h, pode fazer a opção a qualquer momento.

Orientação

A Feeb-SP/MS reforça que os funcionários devem aguardar as orientações de seus sindicatos. “As plenárias que serão realizadas pelos sindicatos são importantes, pois o trabalhador poderá dar a sua opinião sobre o plano, além, claro, de tirar dúvidas. Portanto, sugerimos que quem é FC e que tem prazo até segunda, aguarde até essa data. Os demais funcionários, que podem aderir ao plano a qualquer momento, tenham calma, estudem bem quais serão as implicações em sua vida, e não tenham pressa em assinar o termo”, diz Aparecido Roveroni, diretor da Feeb-SP/MS.

 

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados