Sorocaba: Sindicato faz reunião com superintendência dos bancos para falar sobre a greve geral

28.04.2017

Uma reunião foi feita nesta quinta-feira, dia 27 de abril, entre a diretoria do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região e as superintendências dos bancos, para tratar sobre a paralisação desse dia 28. Durante a reunião, que foi realizada na sede do Sindicato, na Vila Barão, em Sorocaba, o sindicato passou todas as informações […]

Uma reunião foi feita nesta quinta-feira, dia 27 de abril, entre a diretoria do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região e as superintendências dos bancos, para tratar sobre a paralisação desse dia 28.

Durante a reunião, que foi realizada na sede do Sindicato, na Vila Barão, em Sorocaba, o sindicato passou todas as informações sobre o que é importante para o trabalhador, aos superintendentes dos bancos. “Explicamos que as reformas estão retirando direitos e que a paralisação é para todos os trabalhadores”, explicou Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato.

A orientação do movimento sindical é para que quem não quiser participar da greve que estará acontecendo em Sorocaba, não saia de casa. Os trabalhadores que precisam usar estradas para chegar ao trabalho estão sendo orientados a não tentarem viajar.

“Fizemos um comunicado à Fenaban e estamos amparados pelo Direito de Greve, mesmo não sendo época de data base da categoria bancária”, diz Julio. O movimento sindical também esclareceu que a responsabilidade é de cada trabalhador e como entidade representativa, estará participando dos atos na praça Coronel Fernando Prestes, na região Central de Sorocaba e nas cidades da região onde houver manifestações. A greve tem duração de 24 horas, começando às 0h de sexta-feira até às 0h de sábado. O trabalhador que quiser participar dos atos tem seu direito garantido. “Temos certeza de que é um dia que vai valer para o resto da vida profissional de todos. Também esclarecemos, que não deverá haver nenhum tipo de desconto ou compensação do dia de paralisação de nenhum tipo por iniciativa local. A reunião foi única para todos os bancos e portanto, as informações passadas pelo movimento sindical são as mesmas para todos”, explica Julio.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região – Juliana Alonço 
 

Notícias Relacionadas

BB prioriza diversidade na expansão das Gepes

Mulheres, negros, indígenas e PcDs terão prioridade no programa que irá dobrar a rede de Gestão de Pessoas O Banco do Brasil anunciou, nesta quarta-feira (21), um programa de expansão da rede de Gestão de Pessoas (Gepes). Durante a reunião com membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), o banco […]

Leia mais

COE do Bradesco discute reestruturação no banco

 Sindicato expressa preocupação com direção futura da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu na última terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, para discutir a reestruturação anunciada pelo novo presidente do banco, Marcelo Noronha, em 7 de fevereiro, sem […]

Leia mais

Sindicato dos Bancários de Campinas completa 70 anos e receberá homenagem na Câmara da cidade

Sessão solene na Câmara de Vereadores será realizada nesta quinta-feira (22). Evento terá exposição de fotos históricas das lutas da entidade O plenário da Câmara dos Vereadores de Campinas realizará, nesta quinta-feira (22), uma sessão solene em homenagem aos 70 anos de fundação do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, cuja data de fundação foi 27 […]

Leia mais

Sindicatos filiados