Tuitaço em defesa da Caixa 100% pública no próximo dia 25

18.03.2015

Na próxima quarta-feira (25) será realizado “tuitaço” contra a proposta de abertura de capital da Caixa Federal, anunciado pelo governo federal no final do ano passado. Para participar da mobilização, basta postar no Twitter mensagem com a hashtag #DilmanãovendaaCaixa. Para ampliar o movimento, poste mensagem também no Facebook e Instagram. Audiência com a presidente O […]

Na próxima quarta-feira (25) será realizado “tuitaço” contra a proposta de abertura de capital da Caixa Federal, anunciado pelo governo federal no final do ano passado. Para participar da mobilização, basta postar no Twitter mensagem com a hashtag #DilmanãovendaaCaixa. Para ampliar o movimento, poste mensagem também no Facebook e Instagram.

Audiência com a presidente

O Comitê Nacional em Defesa da Caixa 100% Pública, integrado por diversas entidades sindicais, protocolou na última segunda-feira (16), novos pedidos de audiência com a presidente Dilma Rousseff e com o ministro Miguel Rossetto, da Secretaria-geral da Presidência da República. O objetivo das reuniões é cobrar uma posição oficial do governo federal sobre a proposta de abertura de capital do banco público. Nos documentos, as entidades lembram que a primeira solicitação foi feita em 23 de dezembro de 2014, logo após a Imprensa noticiar a proposta. Ofícios reiterando o pedido foram enviados no dia 9 de fevereiro último. Já no dia 6 deste mês de março, o Comitê Nacional, após reunião realizada em Brasília, solicitou audiência com a nova presidente da Caixa Federal, Miriam Belchior. Até o momento não houve resposta.

A cobrança das centrais, confederação e federação de trabalhadores visa inclusive confirmar a notícia veiculada pelo jornal Valor (edição dos dias 7, 8 e 9 de março de 2015), intitulada “Caixa não vai mais abrir capital”. Segundo o jornal, o governo desistiu de abrir integralmente o capital da Caixa Federal, limitando-a apenas à Caixa Seguros. A seguradora, de acordo com o jornal Valor, “mantém sociedade com a francesa CNP Assurances, que detém o controle, com 51,75% do capital. Os 48,2% restantes pertencem à Caixa, que poderá ofertar parte desse valor ao mercado”.

Comitê FEEB-SP/MS

Reunidos em Encontro Específico sobre a Caixa Econômica Federal, realizado na sede da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de SP e MS (FEEB-SP/MS), na capital paulista, no último dia 11, dirigentes sindicais da Caixa Federal decidiram criar Comitê em Defesa da Caixa 100% pública. O Comitê irá coordenar o debate e a mobilização dos empregados na base dos 23 sindicatos filiados à Federação.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, com edição da Assessoria de Comunicação FEEB-SP/MS

Notícias Relacionadas

BB prioriza diversidade na expansão das Gepes

Mulheres, negros, indígenas e PcDs terão prioridade no programa que irá dobrar a rede de Gestão de Pessoas O Banco do Brasil anunciou, nesta quarta-feira (21), um programa de expansão da rede de Gestão de Pessoas (Gepes). Durante a reunião com membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), o banco […]

Leia mais

COE do Bradesco discute reestruturação no banco

 Sindicato expressa preocupação com direção futura da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu na última terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, para discutir a reestruturação anunciada pelo novo presidente do banco, Marcelo Noronha, em 7 de fevereiro, sem […]

Leia mais

Sindicato dos Bancários de Campinas completa 70 anos e receberá homenagem na Câmara da cidade

Sessão solene na Câmara de Vereadores será realizada nesta quinta-feira (22). Evento terá exposição de fotos históricas das lutas da entidade O plenário da Câmara dos Vereadores de Campinas realizará, nesta quinta-feira (22), uma sessão solene em homenagem aos 70 anos de fundação do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, cuja data de fundação foi 27 […]

Leia mais

Sindicatos filiados