Vacina Já: Sindban pede apoio à Câmara de Piracicaba para que bancários sejam priorizados

16.06.2021

Ofício foi entregue ao presidente do Legislativo, vereador Gilmar Rotta Piracicaba e Região O presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva e a secretária geral, Angela Savian se reuniram com o presidente da Câmara Municipal de Piracicaba Gilmar Rotta na última terça-feira, 15. Na pauta a entrega de um ofício, por meio do qual, o […]

Ofício foi entregue ao presidente do Legislativo, vereador Gilmar Rotta

Piracicaba e Região

O presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva e a secretária geral, Angela Savian se reuniram com o presidente da Câmara Municipal de Piracicaba Gilmar Rotta na última terça-feira, 15. Na pauta a entrega de um ofício, por meio do qual, o Sindicato pede apoio da Casa Legislativa para que a categoria bancária seja incluída como prioritária na vacinação contra a Covid-19.

Junto com o ofício, Paiva entregou o resultado da pesquisa realizada pelo SINDBAN em 93 agências que aponta que mais de 18% da categoria contraiu a covid-19. Um índice altíssimo.

Considerando que 40% da categoria está trabalhando em Home Office e apenas três bancários nessa situação contraíram o vírus, a média de contaminação na categoria salta para 45%. Uma situação inaceitável. Para se ter uma ideia, a média de contaminação da população piracicabana é de 12%, de acordo com matéria publicada na imprensa em 28 de maio.

Segundo Paiva, “os bancários foram considerados essenciais e, por isso, não pararam de trabalhar desde o início da pandemia. Se somos essenciais para trabalhar é essencial que sejamos vacinados prioritariamente” avaliou.

O presidente da Câmara Municipal de Piracicaba mostrou-se sensibilizado com o que está acontecendo com a categoria bancária. “Vou preparar um requerimento à Prefeitura e uma moção ao governador do Estado para que a categoria bancária seja incluída como prioritária no calendário de vacinação contra a Covid-19”, comentou.

FEEB na luta pela priorização dos bancários

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul protocolou, em maio, o ofício que pede a inclusão da categoria no Plano Estadual Imunização.

O documento, apresentado ao governador João Doria e ao secretário da Casa Civil Cauê Macris, aponta a relevância da categoria durante a crise sanitária, ratificada no decreto federal n° 10.329/20, que estabelece os serviços bancários como essenciais.

Desde o início da pandemia, os bancários estiveram na linha de frente, garantindo que programas de transferência de renda chegassem aos brasileiros, como o auxílio emergencial.

Com informações: Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região

Notícias Relacionadas

Comando Nacional dos Bancários entregará minuta de reivindicações à Fenaban no dia 18

No mesmo dia, trabalhadores do BB e da Caixa farão a entrega das minutas específicas de cada banco O Comando Nacional dos Bancários entregará à Federação Nacional do Bancos (Fenaban), na próxima terça-feira (18), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho […]

Leia mais

Bancários aprovam minuta de reivindicações da Campanha Nacional 2024

Documento, que servirá de base à renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, será entregue à Fenaban no próximo dia 18 Bancárias e bancários, de todo o Brasil, aprovaram, em assembleias realizadas nesta quinta-feira (13), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Contraf-CUT pede informações à Caixa sobre PDV

Objetivo é garantir a transparência do processo e amenizar ansiedade dos trabalhadores A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou, nesta terça-feira (11), um ofício à Caixa Econômica Federal solicitando informações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) do banco. No ofício, a Contraf-CUT observa que “o prazo de adesão” ao PDV “se […]

Leia mais

Sindicatos filiados