1º de maio – Dia do Trabalhador

28.04.2023

Dia do Trabalhador, comemorado no Primeiro de Maio, é conhecido em grande parte do mundo como uma homenagem aos trabalhadores. No Brasil, a data tornou-se feriado em 1924 A comemoração do Primeiro de Maio como Dia do Trabalhador remonta aos movimentos trabalhistas que atuavam na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, no final do século […]

Dia do Trabalhador, comemorado no Primeiro de Maio, é conhecido em grande parte do mundo como uma homenagem aos trabalhadores. No Brasil, a data tornou-se feriado em 1924

A comemoração do Primeiro de Maio como Dia do Trabalhador remonta aos movimentos trabalhistas que atuavam na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, no final do século XIX. Esses movimentos trabalhistas haviam surgido como consequência direta da precarização do trabalho após a Revolução Industrial.

No Brasil, o Primeiro de Maio começou a ganhar importância no final do século XIX. As primeiras manifestações aconteceram em 1891 e eram organizadas por militantes socialistas.

Durante a década de 1910, o movimento operário no Brasil ganhou força e foi marcado com a Greve Geral de 1917, na qual cerca de 50 mil trabalhadores paralisaram o trabalho em São Paulo.

O dia passou a ser considerado feriado no Brasil em 1924. Durante os cinco primeiros anos da década de 1930, as comemorações do Primeiro de Maio seguiram a linha de festividades organizadas pelos trabalhadores, que se reuniam nos sindicatos e em locais importantes das grandes cidades para organizar discursos, realizar passeatas, fazer apresentações artísticas, palestrar em defesa do trabalhador etc.

Atualmente, o Primeiro de Maio segue como feriado nacional e, nesse dia, diversos sindicatos se organizam para oferecer uma programação para a classe trabalhadora, incluindo discursos pautados na defesa dos direitos trabalhistas.

Confira aqui a programação do Ato de 1º de maio de 2023.

O Dia do Trabalho e o sindicalismo

No Brasil, a chegada dos imigrantes europeus trouxe ideias de lutas pelos direitos dos trabalhadores. Confira algumas datas que marcaram a luta sindical:

1892 – No ano de 1892, em Porto Alegre, ocorreu a primeira comemoração do dia 1° de maio em praça pública.

1917 – A greve geral foi a principal manifestação do país. Realizada em 1917 em São Paulo, foi a primeira greve geral da indústria e do comércio da história do Brasil e durou 30 dias.

1923 – Em 1923 em Assembleia da qual participaram 84 bancários, a associação dos funcionários de bancos de São Paulo teve seu estatuto aprovado.

1924 – Oficializada a data 1° de maio no Brasil.

1931 – Em 1931 ocorreu a regulamentação dos Sindicatos.

1932 – A primeira greve dos bancários aconteceu em 1932.

1933 – Em 1933 foi conquistada a redução de jornada para 6 horas.

1951 – Em 1951 ocorreu a paralisação de 69 dias, que resultou em um reajuste de 31%, bem acima dos 20% oferecidos.

1952 – Em 1952 ocorreu o 1° Congresso Paulista dos Bancários.

1956 – A Federação Dos Bancários Dos Estados De São Paulo e Mato Grosso Do Sul foi fundada em 19 de outubro de 1956 e reconhecida em 20 de dezembro de 1957.

A Feeb SP/MS, parabeniza todos os trabalhadores, em especial os que fazem parte dos seus 23 sindicatos filiados: Corumbá, Naviraí, Ponta Porã, Três Lagoas, Andradina, Araçatuba, Campinas, Franca, Guaratinguetá , Jaú, Lins, Marília, Piracicaba, Presidente Venceslau, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santos, São Carlos, São José Do Rio Preto, São José Dos Campos, Sorocaba, Tupã e Votuporanga.

Principais conquistas ao longo do século

Durante os 100 anos de luta dos bancários foram obtidas importantes conquistas para a categoria, entre elas, a participação nos lucros e resultados (1995), o vale alimentação (1994), o auxílio creche (1981), a ampliação da licença maternidade (2009) e recentemente, o canal de denúncias às vítimas de violência doméstica (2020).

Acompanhe outras conquistas adquiridas ao longo da história na linha do tempo do site da Feeb SP/MS.

Notícias Relacionadas

Comando Nacional dos Bancários entregará minuta de reivindicações à Fenaban no dia 18

No mesmo dia, trabalhadores do BB e da Caixa farão a entrega das minutas específicas de cada banco O Comando Nacional dos Bancários entregará à Federação Nacional do Bancos (Fenaban), na próxima terça-feira (18), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho […]

Leia mais

Bancários aprovam minuta de reivindicações da Campanha Nacional 2024

Documento, que servirá de base à renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, será entregue à Fenaban no próximo dia 18 Bancárias e bancários, de todo o Brasil, aprovaram, em assembleias realizadas nesta quinta-feira (13), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Contraf-CUT pede informações à Caixa sobre PDV

Objetivo é garantir a transparência do processo e amenizar ansiedade dos trabalhadores A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou, nesta terça-feira (11), um ofício à Caixa Econômica Federal solicitando informações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) do banco. No ofício, a Contraf-CUT observa que “o prazo de adesão” ao PDV “se […]

Leia mais

Sindicatos filiados